Formiga de fogo tem uma picada dolorida e pode causar alergias

Inicio » Meio Ambiente » Formiga de fogo tem uma picada dolorida e pode causar alergias
01/08/2019 Por
Formiga de fogo tem uma picada dolorida e pode causar alergias

A formiga de fogo é muito conhecida, pois constrói seu ninho em meio às residências ou áreas de pastagem. Ela é extremamente organizada, assim como todos os outros insetos que vivem em grupos. Elas se dividem em operária, machos e rainha.

Além da formiga de fogo, outras espécies também podem prejudicar os vegetais, já que alguns tipos de formiga cortam as folhas das plantas e as carregam para seus ninhos.

  1. O que é formiga de fogo?
  2. Picada de formiga de fogo
  3. Como as formigas se organizam no ninho?
  4. Desenvolvimento da formiga de fogo
  5. Espécies de formigas
  6. Como aliviar a infestação de formigas?
  7. O uso de químicos na agricultura
  8. Como espantar a formiga de fogo de forma natural?
  9. Medidas caseiras contra a formiga de fogo
  10. Como eliminar a formiga de fogo?
  11. Higiene contra a formiga de fogo

Formiga de fogo

O que é formiga de fogo?

A formiga de fogo, também conhecida como formiga-lava-pés, é uma espécie de inseto muito comum na América do Sul. Além do Brasil, Argentina, Uruguai e Paraguai também registram a presença da espécie. A formiga é muito comum e, assim, torna-se uma praga perigosa para as plantações.

Estes insetos vivem em ninhos e não é difícil identificá-los. Geralmente elas preferem campos e gramados abertos para viver. No Brasil, no entanto, a formiga também vive nas cidades e áreas urbanizadas e gostam de climas amenos; por isso, sua incidência é maior na região Sudeste.

Picada da formiga de fogo

Estes pequenos insetos são bastante agressivos e, portanto, a picada da formiga de fogo é dolorosa e machuca. O mais indicado numa ocorrência do tipo é tratar o ferimento com compressas frias e a administração tópica de medicamentos a base de corticoides.

Por conter veneno, essa picada pode provocar reações alérgicas nas pessoas que a recebem, embora, geralmente, os sintomas mais comuns desse ataque sejam dor e coceira que cessam em pouco tempo. Apesar disso, reações mais violentas também podem ocorrer em casos mais raros, podendo, inclusive, levar à morte.

Como as formigas se organizam no ninho?

As formigas são seres extremamente sociáveis e, portanto, convivem em grandes grupos. Cada indivíduo sabe exatamente o que fazer como parte da colônia.

Dentro dos ninhos os insetos se dividem entre os machos, as operárias e a formiga de fogo rainha. Cada indivíduo é responsável por uma função dentro da comunidade.

Vamos entender, então, de que forma elas se organizam:

  • Machos: eles são responsáveis apenas pela reprodução e propagação da colônia. Depois do voo nupcial – que é a fase de acasalamento e ocorre no ar – a fêmea, já fecundada, perde suas asas e o macho morre.
  • Rainha: a formiga rainha se diferencia das outras apenas pela quantidade de comida que recebe em sua fase larval. Ou seja, a formiga que se alimenta mais e também em melhor qualidade é a que mais se desenvolve e se torna rainha.
  • Operárias: fazem praticamente todo o trabalho de um ninho. Portanto, são responsáveis pela construção, limpeza e manutenção do local. As formigas operárias também cuidam das larvas, que um dia se tornarão formigas, e defendem o formigueiro.

Desenvolvimento da formiga de fogo

Existem diversos tipos de formigas no mundo. Apenas no Brasil, calcula-se que existam cerca de duas mil espécies do inseto. Assim, elas podem ser uma praga agressiva, tanto em ambientes domésticos quanto na lavoura.

As formigas são seres que passam por uma metamorfose durante a vida. Ou seja, passam por diferentes estágios até que se tornem aptas a viver, de fato, no ambiente em que habitam, passando pelas fases de: ovo; larva; pupa; e adulto.

Espécies de formigas

Algumas espécies são mais conhecidas por viverem em meio aos humanos ou por causarem alguns estragos. Os insetos mais conhecidos, portanto, são:

  • Formiga cortadeira: as principais espécies conhecidas são as saúvas e as quenquéns. Elas criam um fungo dentro do formigueiro e se alimentam dele. O fungo é criado com as folhas de vegetais, cortadas e carregadas para dentro do formigueiro.
  • Formiga fantasma: muito comuns dentro de residências, pois se alimentam de produtos açucarados.
  • Formiga faraó: pode ser muito perigosa para os humanos, pois transmitem bactérias, principalmente dentro de hospitais. Se alimenta de gordura e doces e possui o corpo amarelado, puxando para a cor marrom.

Além de todas as espécies citadas, a formiga de fogo é mais um tipo de inseto que ameaça os vegetais e causa danos em casas e lavouras.

Uma das mais frequentes preocupações entre os produtores que sofrem ataques da formiga de fogo é em relação a eliminá-las do ambiente. De fato, as formigas são, por si, animais muito difícil de serem aniquilados. E o motivo disso é que se propagam de maneira rápida e são animais inteligentes, fazendo com que sua organização e agilidade seja algo realmente poderoso.

No que diz respeito à formiga-de-fogo, então, tudo é muito mais intenso. isso porque, sendo caracterizada como um animal muito feroz, a formiga de fogo acaba se tornando um risco até mesmo para quem passa próximo ao local em que vive ou precisa manuseá-lo com frequência.

Para abordar o assunto de forma sincera, exterminar as formigas é bem difícil. Afinal, elas realizam ataques organizados e costumam proteger a todo custo a formiga de fogo rainha, que é um dos principais pilares da proteção e manutenção do formigueiro em ordem.
Formiga de fogo

Como aliviar a infestação de formigas?

A formiga de fogo tem veneno e sua picada pode causar uma dor semelhante à picada de uma vespa. Logo, esse é mais um fator que pelo qual elas devem ser evitadas.

Muitas pessoas ficam surpresa a partir do momento que descobrem que é possível evitar picada da formiga de fogo e ainda diminuir a incidência do seu aparecimento ao mesmo tempo precisando, para isso, apenas de alguns ingredientes que todo mundo tem em casa.

É sabido que há muitos anos, muitos agricultores e demais pessoas que residiam em zonas rurais se viam sem saída para lidar com essas formigas a não ser utilizar produtos feitos em casa. Logo, esse hábito perdurou até os dias de hoje e muitas receitas ainda são amplamente conhecidas.

Uma das maiores vantagens de utilizar receitas caseiras para terminar com o problema em relação às formigas de fogo é que há um índice muito menor de prejuízos à saúde. As substâncias químicas utilizadas para matar formigas costumam ter um cheiro muito forte, sem contar a possibilidade de intoxicações em possíveis ingestões de crianças, por exemplo.

Além disso, junto com a probabilidade de causar sérios problemas respiratórios e de saúde em geral, esses produtos ainda podem intoxicar e contaminar o solo.

O uso de químicos na agricultura

Na intenção de controlar as formigas, a utilização de agentes químicos é imensa. Porém, na agricultura nota-se uma série de problemas e prejuízos por conta disso. É comum encontrar pessoas que consomem alimentos que foram contaminados e apresentam alergias severas no corpo.

Isso porque muitos desses venenos utilizados para o controle da formiga de fogo não são devidamente controlados e corretamente utilizados. Por isso, a falta desse cuidado na hora do plantio acaba provocando consequências na hora do consumo.

Como espantar a formiga de fogo de forma natural?

Como dito anteriormente, uma das melhores formas de evitar a picada de formiga de fogo e também a infestação desse pequeno inseto é optar por utilizar receitas caseiras, altamente eficazes e que não representam tanto risco à saúde humana, aos alimentos e outros animais.

Os ingredientes servem também para a formiga faraó e para outros tipos de formiga, e a mistura caseira pode ser feita com os seguintes itens:

  • Limão;
  • Sal;
  • Vinagre;
  • Água;
  • Cascas de laranja com água;
  • Vaselina;
  • Pimenta Caiena.

Além desses ingredientes, o giz, fita adesiva, farinha de milho, canela em pó, óleo de hortelã, açúcar refinado, borra de café, água fervente e bicarbonato, também podem ajudar na eliminação das formigas. A vantagem é que, mesmo se tratando de uma grande quantidade de ingredientes, a maioria é facilmente encontrada dentro de casa.

É preciso frisar que o vinagre e a água devem ser separados em medidas iguais; ou seja, se há em um copo 200 ml de água, é preciso ter em outro 200 ml de vinagre. Além disso, vale lembrar que essa receita para aliviar a infestação de formiga de fogo pode ser utilizada de maneira direta ou como um método de prevenção.

Formiga de fogo

Medidas caseiras contra formiga de fogo

Após separar todos os ingredientes, é indicado misturar as medidas iguais de água com vinagre e colocá-la em um borrifador. Em seguida, basta borrifar em cima das formigas. Isso fará com que elas se afastem do local e, assim, não provoquem mais preocupações em relação aos móveis, portas, madeiras, plantas, etc.

A fita adesiva é outro item que pode ser usado como uma armadilha muito eficaz contra formigas. Para isso, basta pressioná-la com os dedos nas formigas e repetir o processo até que a cola do pedaço de fita acabe. Dessa forma, é possível capturar um enorme número de formiga de fogo enquanto passam pelo seu trajeto.

Já a farinha pode ser utilizada para alimentá-las. Isso porque a extrema dificuldade em digerir o conteúdo do alimento faz com que as formigas morram. Também é possível misturar água quente com sabão no local da infestação para que as formigas sejam eliminadas de forma mais abrangente e em maior quantidade.

Como eliminar a formiga de fogo?

As armadilhas para capturar a formiga de fogo são muitas. Além disso, uma das maiores vantagens é que também são simples de fazer, precisando somente ter todos os ingredientes para que seja possível colocar o plano em prática.

Ainda assim, é válido aprender algumas técnicas entre as melhores formas de proteger o ambiente contra elas, evitando que prejudiquem, também, plantas e alimentos.

Tendo em vista que são muito invasivas, elas não se afugentam com pouca coisa. Por conta disso, é preciso sempre adotar métodos de maior agressividade, para que entendam o que está acontecendo no local e, assim, migrem para outro foco de invasão.

  • Sal

A técnica do sal é muito antiga. Ela consiste em espalhar sal por todos os locais onde a formiga de fogo está marcando presença. Caso elas ingiram o sal, há enormes probabilidades de morrerem. Entretanto, somente o cheiro forte já fará com que elas se mantenham afastadas.

Assim, se você é uma pessoa que busca soluções mais naturais possíveis, como evitar a morte do animal e somente afastá-lo, a utilização do sal pode ser uma boa ideia. Ademais, ele pode ser espalhado em cima de balcões, no canto de janelas, portas ou na terra.

  • Giz

Muito interessante e também muito curioso, uma série de indivíduos ficam surpresos ao descobrir que as formigas possuem uma aversão enorme ao giz. A explicação por trás de um fato tão curioso quanto esse é que elas detestam o carbonato de cálcio.

Como é um componente presente no material do qual o giz é feito, elas sentem o cheiro, se incomodam, dão meia volta e vão embora. Para essa técnica, não é necessário nenhum tipo de truque mirabolante e difícil de realizar.

Assim, basta somente desenhar uma barreira com o giz. Fazer isso já é o suficiente para que elas cheguem perto do desenho, sintam o cheiro do carbonato e desistam de atacar o local em busca de comida.

Uma dúvida muito comum ocorre em relação ao tipo de giz. O mais indicado é que, para essa técnica, seja utilizado o giz tradicional de quadro-negro. Em relação à cor, não há nenhuma exigência, apesar de muitas pessoas afirmarem veementemente que o giz branco possui mais efeito.

  • Limão

Uma das formas de evitar a formiga de fogo e sua picada e também proteger o ambiente do ataque desses animais teimosos é sempre espremer limão em bordas que ficam expostas ao ar livre.

Se desejar, também é possível borrifar água com suco de limão, ou suco de limão puro, em plantas, na terra e todos os locais onde julgar necessário. Afinal, como se tratam de receitas diferenciadas e naturais, é possível utilizá-las em uma infinidade de locais.

Além disso, o limão possui uma acidez muito forte. Como é fato para todo mundo, as formigas detestam coisas ácidas, já que possuem um faro e um paladar extremamente apurado para o doce. Isso faz com que o limão seja um ótimo e eficaz repelente.

Infestação de formigas de fogo

  • Pimenta caiena

Cobrir as rachaduras da casa, principalmente quando ela é de madeira, ou então depositar pimenta cayena na terra e até mesmo no formigueiro, é uma ótima forma de realizar um ataque mais brutal e direto nas formigas.

Se o limão e o giz para elas é algo muito desagradável, a pimenta será completamente intolerável. Por isso, qualquer local que esteja sendo ocupado pelas formigas pode receber uma boa dose de pimenta caiena.

Porém, logicamente, é preferível que a pimenta esteja na sua versão moída. Afinal, será necessário depositá-la em pequenos buracos, como na terra, por exemplo. Vale lembrar, portanto, que essa técnica pode ser arriscada e deve ser feita bem longe de crianças e animais.

  • Cascas de laranja

As cascas de laranja são ótimas para colocar nos formigueiros. Como não é mais novidade para ninguém, a casca de laranja oferece um cheiro ácido e quase insuportável para esses animais. Isso faz com que elas entrem em desespero dentro do ninho e procurem rapidamente um local para fugir.

No caso de pessoa que moram em sítios e estão sofrendo muito com a formiga de fogo e suas invasões, é possível utilizar as cascas de laranja como uma forma de rondar a casa, as plantas e demais locais onde haja ataques das formigas.

  • Vaselina

A formiga de fogo também pode ser muito perigosa para os animais de estimação. Afinal, como é comum encontrar ração no prato de cães, gatos e outros animais, as formigas costumam ir em busca alimentos exatamente nesse ponto.

Logo, a vaselina se torna uma ótima forma de evitar que elas ataquem a alimentação destes animais. Para isso, o mais indicado é sempre aplicá-la na borda dos recipientes, assim, evitando a presença dos insetos.

  • Cravo

Muito utilizado em receitas, o cravo é outro ingrediente amplamente utilizado na hora de espantar as formigas. Para isso, se elas estiverem atacando os potes de açúcar, por exemplo, basta colocar um pouco dentro do pote.

Ou então, se o ataque for em legumes, plantas e flores, é indicado fazer uma fusão de um chá de cravo, bem forte, misturado com vinagre ou essência de óleo de hortelã. Assim, basta borrifar na terra e demais locais afetados pelos ataques.

  • Bicarbonato de sódio

A formiga de fogo detesta cheiros ácidos. Porém, a ironia é que ela possui uma série de componentes ácidos em seu corpo, que servem como uma defesa para predadores.

Logo, isso faz com que, dependendo do alimento, consigam carregá-lo mesmo que seja ácido, pois os componentes do seu corpo o neutralizam. No entanto, utilizar o bicarbonato de sódio é uma forma eficaz de impedir que elas consigam se aproximar sem obstáculos dos alimentos ácidos.

Uma das melhores formas de ter êxito nessa técnica é, justamente, misturar o bicarbonato no alimento ou local atacado. Isso fará com que sintam uma espécie de repulsa e a sua proteção ácida seja anulada, acabando com os ensejos das pequenas.

Formiga de fogo

  • Óleo essencial de hortelã

Como já dito anteriormente, o óleo essencial de hortelã também é eficaz para combater a formiga de fogo. Além disso, ele é uma alternativa maravilhosa para as pessoas que procuram combater a praga, mas, ainda assim, querem manter um cheiro agradável no ambiente.

Para isso, ele pode ser misturado com água e borrifado em todos os locais onde ocorre o ataque, até mesmo coloque na terra em que estão plantados os legumes, frutas ou plantas. Caso não seja possível encontrar o óleo essencial de hortelã, é possível utilizar água e sabonete líquido de hortelã.

Mas vale dizer que, embora o efeito exista, ele não mostra a mesma eficácia do óleo essencial; por isso, o mais indicado é procurar por eles na hora de eliminar o inseto.

Uma alternativa que se aproxima do efeito do óleo de hortelã é fazer o chá de hortelã com a própria planta. Além de ser ótimo para saúde, é possível utilizá-lo também para se proteger do ataque das formigas.

Higiene contra a formiga de fogo

Pode parecer óbvio dizer que o ambiente precisa estar limpo para evitar o ataque das formigas de fogo. Porém, o aspecto da limpeza é um que gera muitas dúvidas, já que, em muitos casos, o ataque ocorre em ambientes externos, como em plantações; que não podem ser higienizados como o interior de uma casa, por exemplo.

No entanto, esses locais também merecem atenção no quesito higiene. Por isso, averiguar se a terra está limpa, sem fezes de animais ou frutas e alimentos em geral caídos no chão, é fundamental para evitar que elas apareçam.

Sendo assim, muito mais do que fazer as misturas caseiras para afastar as formigas do ambiente, também é necessário garantir a higiene propícia para isso.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo