Pimenta de cheiro é bastante utilizada na culinária e na ornamentação

Inicio » Agricultura » Pimenta de cheiro é bastante utilizada na culinária e na ornamentação
24/10/2019 Por
Pimenta de cheiro é bastante utilizada na culinária e na ornamentação

A pimenta de cheiro conta com um aroma marcante e plantas altamente produtivas e vigorosas

Se há algo que faz uma grande diferença na arte culinária, são os temperos. Nesse contexto, a pimenta de cheiro é uma dessas grandes alternativas que temos no Brasil. Muitos chefs de renome internacional usam esse tempero para a preparação de seus menus, embora ainda seja um sabor pouco usado na culinária popular.

O sabor marcante e característico da pimenta de cheiro é, sem dúvida, sua principal “marca registrada”. A maioria dos indivíduos que a experimenta fica encantada e passa a adaptar a novidade a seus pratos caseiros.

Pimenta de cheiro

O que é pimenta de cheiro?

Pimenta de cheiro é um tipo de pimenta com cerca de 4 cm de tamanho. Quando amadurecida, apresenta coloração amarelada. Embora apresente um sabor relativamente ardido, ela é cheirosa e amplamente empregada no Norte do Brasil.

Por que cultivar a pimenta de cheiro?

Mundialmente conhecida devido ao seu aroma, os benefícios da pimenta de cheiro podem fazer a diferença em qualquer preparação. Se você já aprecia esse condimento, gostará de saber que cozinheiros das mais distintas nacionalidades o utilizam para realçar suas criações.

Não obstante, o sabor marcante não é a única razão que leva tantos indivíduos a gostarem dessa pimenta, uma vez que há pessoas que cultivam a pimenta de cheiro como plantas ornamentais.

Há diferentes variedades que podem ser facilmente encontradas em distintas colorações. Não faltam utilidades para esse produto, tanto que cada vez mais indivíduos e empresas estão plantando em suas hortas com fins comerciais ou caseiros.

O mais interessante de tudo isso é que as receitas com pimenta de cheiro, além de incrementarem os pratos, também podem alavancar os seus ganhos financeiros. Tenha em mente que há muitos anos ela é usada como condimento em todas as partes do mundo.

Entretanto, nos últimos tempos, o interesse em seu cultivo ornamental cresceu vertiginosamente, movimentando todo um setor de mercado e possibilitando bons lucros aos seus produtores.

Caso você deseje iniciar um negócio próprio, mas não dispõe de altos capitais para investir, começar essa plantação pode ser uma boa ideia. Afinal, esse ramo está se tornando crescentemente rentável, chegando a ser considerado por muitos especialistas como uma forte tendência para o curto prazo.

Como nem sempre é fácil começar um negócio, sobretudo no que se refere às plantações, apresentamos, a seguir, as principais informações para ajudar você a plantar pimenta de cheiro. Confira!

Pimenta de cheiro

É possível começar um negócio com pimenta de cheiro?

Se o que você quer mesmo é começar um negócio em um segmento promissor, um dos principais motivo para investir em plantações de pimenta de cheiro consiste no fato de que esse mercado está em franca expansão.

Dito de outra forma, a pimenta de cheiro é cada vez mais valorizada em todos os lugares do mundo, em virtude do consumo desse condimento, mas, sobretudo, pela usa utilização como planta ornamental. De fato, valorizar essa especiaria elevará seu preço mundial a um ritmo alucinante.

Ademais, esse negócio pode ser começado com pouco dinheiro e incentivar outro produtor local a encontrar muda de pimenta de cheiro e os locais apropriados para sua plantação.

Tenha em mente que a pimenta se adapta facilmente às condições do clima, requerendo pouca manutenção e, assim, gerado uma economia substancial.

Dicas para plantar a pimenta de cheiro

A pimenta de cheiro possui um cultivo relativamente simplificado, embora precise ser condicionada adequadamente ao ambiente, recebendo tratos corretos para que se desenvolva com qualidade e, assim, garanta a rentabilidade de seu produtor no fim do mês.

Sendo assim, acompanhe algumas excelentes dicas que preparamos para ajudar você sobre como plantar pimenta de cheiro corretamente e lucrar com essa atividade.

  • Escolha um local adequado

Escolher um local adequado é o ponto inicial e principal de uma boa plantação. A primeira ação a ser tomada consiste em buscar um local que garanta o necessário para que a planta se desenvolva com toda a qualidade almejada.

Ainda que a pimenta de cheiro seja reconhecida pela resistência que oferece, ela pode se tornar ainda mais resistente quando plantada em um local apropriado. Dessa forma, procure por ambientes com solos férteis e bem drenáveis, pois essa planta não lida bem com o excesso de umidade.

O mais indicado é que as plantações de pimenta de cheiro sejam instaladas em lugares planos. Desse modo, você facilitará as semeaduras e as colheitas dessa interessante especiaria.

Lembre-se, também, de garantir uma boa exposição à luz solar durante todo o dia. Afinal, a pimenta de cheiro demanda calor frequente para o seu pleno desenvolvimento.

Essa é, de fato, a primeira dica em relação à sua plantação: é necessário calor, luminosidade e raios solares. Não deixe de tomar bastante cuidado com a questão da umidade que, de modo algum, pode ser excessiva.

Pimenta de cheiro

  • Prepare o solo

Por mais resistente que essa planta seja, o crescimento saudável dependerá das condições do solo no qual será fixada. É indicado preparar o terreno para o plantio, começando por retirar quaisquer restos que possam ser vistos nos campos superficiais.

Se a terra em questão já tiver passado por plantações anteriores, você deve redobrar a oferta de nutrientes. Faça, então, o arado desses solos. Isso servirá par moer os resquícios, simplificando as tarefas de decomposição. Eles serão convertidos em adubos naturais que auxiliarão a germinação da pimenta de cheiro.

Aplicar pesticidas pode, também, ser uma boa ideia para evitar o aparecimento de pestes que causam prejuízos à plantação. Nesse sentido, uma importante orientação é ficar atento ao pesticida que será utilizado, bem como sua quantidade.

Do contrário, é possível obter o efeito inverso, ou seja, causar danos à saúde dos indivíduos ou, até mesmo, à sua plantação de pimenta de cheiro.

  • Efetue a semeadura

Após adquirir as sementes e preparar o solo, é chegada a hora de efetuar a semeadura. Faça, em primeiro lugar, uma abertura nas covas. Elas devem ter cerca de 20 centímetros de largura. A profundidade de ser de cerca de 30 centímetros.

A distância entre os buracos deve ter cerca de 50 centímetros. Será o bastante para impedir que uma planta venha a interferir no crescimento de outras. A seguir, deposite três sementes no interior de cada cova. Depois, cubra-as com duas camadas de terra.

O processo deve ser finalizado mediante a rega dos canteiros. Isso acelera a germinação de cada pimenta de cheiro.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo