Tremoço, a semente do tremoceiro, é uma leguminosa pouco conhecida

Inicio » Agricultura » Tremoço, a semente do tremoceiro, é uma leguminosa pouco conhecida
27/05/2020 Por
Tremoço, a semente do tremoceiro, é uma leguminosa pouco conhecida

Tremoço é aperitivo das cervejarias do Brasil

O tremoço é frequentemente plantado perto da abóbora, pepino e brócolis. Afinal, ele melhora a qualidade do solo e facilita o crescimento dessas plantas.

A maioria das espécies de tremoço possui espigas de flores compactas e verticais e, por hibridação e seleção, algumas variedades altamente ornamentais foram desenvolvidas.

Tremoço

O que é tremoço?

Tremoço é um tipo de planta que pertence à família das ervilhas. Em suma, existem cerca de duzentas espécies de tremoço. A maioria deles é originária da América do Sul e do Norte.

Os tremoços produzem flores azuis, roxas, vermelhas, amarelas, brancas ou de duas cores. Borboletas, abelhas e beija-flores são os principais polinizadores das flores.

Além disso, a sobrevivência da borboleta Plebejus melissa samuelis na natureza depende dos tremoços azuis. Afinal, elas põem ovos no tremoço azul para hibernar.

A Plebejus melissa samuelis choca durante a primavera e usa folhas de tremoços azuis como uma importante fonte de alimento.

Assim, ela cresce e se transforma em pupa, emergindo como uma borboleta e pronta para começar o ciclo novamente.

Crescimento do tremoço

De fato, o tremoço pode sobreviver em vários climas. Contudo, prefere solos bem drenados e levemente ácidos, em áreas que fornecem sol suficiente, como, por exemplo, campos, florestas abertas e áreas próximas às estradas.

O tremoço é classificado como invasivo em algumas partes do mundo devido à capacidade de ocupar rapidamente novos habitats e perturbar o crescimento de espécies vegetais nativas.

Apesar disso, o tremoço é uma planta benéfica, cultivada para fins ornamentais e como fonte de alimento.

Lupini

In natura, os tremoços, também chamados de lupini, contam com aminoácido neurotóxico, isto é, um aminoácido que o torna impróprio para o consumo humano.

Além disso, tremoços contêm uma variedade de substâncias alcaloides que provocam efeitos hepatóxicos e neurotóxicos. Estas substâncias pertencem ao grupo da quinolizidina, por exemplo, como a lupinina ou a lupanina.

Contudo, isso só ocorre no caso do consumo do grão seco ou fresco, durante períodos longos e quantidades grandes. Isto é, para consumi-los de maneira segura e sem risco, é importante que passem por um processo.

Em suma, é preciso que sejam cozidos e cobertos por água, durante diversos dias e com frequência, ou seja, até que o gosto amargo de origem seja perdido, assim eliminando os alcaloides.

Se forem preparados adequadamente, os tremoços não representam quaisquer riscos à saúde.

Tremoço

Tremoceiro

O tremoceiro pertence ao gênero Lupinus, que contém cerca de 200 espécies de plantas herbáceas e parcialmente lenhosas da família das ervilhas (Fabaceae).

Os tremoços são amplamente distribuídos na região do Mediterrâneo. Hoje, porém, eles são encontrados em todo o mundo, exceto nas regiões polares.

O nome lupinus é originário do latim lupus, que significa “lobo”. Refere-se à antiga crença de que o tremoço esgotava os nutrientes e destruía a terra como um lobo.

Essa noção não é verdadeira. Na realidade, os tremoços ajudam na fertilidade do solo. Como vimos, ele fixa o nitrogênio do ar no solo de uma forma útil para outras plantas.

Em outras palavras, ele vive em simbiose (relação mútua benéfica) com bactérias fixadoras de nitrogênio que enriquecem o solo com nitrogênio.

Tremoço em conserva

De coloração amarelada, as sementes dos tremoços não possuem proveito agrícola. Por isso, é normalmente consumido e vendido na forma de tremoço em conserva.

Desse modo, o alimento é considerado um acepipe (aperitivo) ou petisco.

Em geral, seu consumo é mais comum e maior em cervejarias de Portugal. Contudo, algumas cervejarias brasileiras adotaram a prática e passaram a servi-lo.

Contudo, o consumo de tremoços não é um costume recente da atualidade. De fato, os antigos romanos e egípcios cultivavam tremoço como fonte de alimento.

As sementes dessas leguminosas eram principalmente populares entre os romanos, que cultivavam as plantas em todo o Império Romano.

Atualmente, as sementes de tremoços ainda são populares e usadas como ingrediente de vários pratos doces e salgados ao redor do mundo.

Eles são ricos em proteínas, antioxidantes e fibras alimentares. Além disso, a semente pode ser consumida como um feijão ou moída em farinha.

Contudo, é preciso cuidado. As sementes contêm alcaloides (grupo de produtos químicos), ou seja, podem induzir a intoxicação das pessoas. Por isso, elas precisam ser embebidas em água e processadas termicamente antes do consumo.

Além disso, os tremoços brancos, amarelos e azuis são cultivados como fonte de alimento para gados e aves em todo o mundo.

Como plantar tremoço?

Os tremoços vêm em muitas cores e tamanhos, aparecendo em diversas espécies, sejam elas anuais ou perenes. No Brasil, essa planta é um clássico dos jardins há muitas décadas.

Tremoço

É difícil plantar tremoços?

Em geral, não. Essas são plantas fáceis de plantar.

Em que estação é indicado plantar tremoços?

As estações ideais para o plantio de tremoços são o outono e a primavera.

Colocando a mão na massa

Primeiramente, confira se a folhagem da planta não está sofrendo com uma doença fúngica, isto é, manchas marrons, por exemplo. As folhas não devem ser pendentes e macias, mas sim retas e firmes.

Como preparar o solo

  1. Cave o chão profundamente;
  2. Retire manualmente as ervas daninhas;
  3. Se o solo for pesado, adicione areia para ajudar na boa drenagem do solo;
  4. Adicione terra de urze se o solo do terreno for muito calcário.

Luz

Meia sombra e exposição ao sol são as condições ideais para o tremoceiro.

Solo

Bem drenado, leve, com tendência ácida.

Distância

A distância entre duas mudas deve ser de quarenta centímetros a oitenta centímetros, a depender da espécie.

Plantio

  1. Encontre um lugar com pouco sombreamento ou ensolarado;
  2. O tremoço é intolerante à estagnação de umidade, ou seja, mantenha o solo arenoso e bem drenado;
  3. Além disso, ele não apresenta bons resultados em solos calcários.

Após o plantio

Após plantar, regue o tremoço imediatamente. Com a rega adequada, a planta poderá tolerar períodos de secas leves.

Em geral, o tremoço perene tem um mau envelhecimento e vive por pouco tempo. Em geral, após três anos, ele passa a florescer menos. Por isso, para recuperar o potencial florífero, faça a substituição quando necessário.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo