Carré é um corte altamente saboroso e apreciado mundialmente

Inicio » Pecuária » Carré é um corte altamente saboroso e apreciado mundialmente
27/08/2019 Por
Carré é um corte altamente saboroso e apreciado mundialmente

Seja pelo gosto agradável ou para paladares sofisticados, o carré é um dos ingredientes mais presentes na gastronomia mundial. Um dos cortes mais finos e apreciados do mundo, o carré é uma das carnes mais nobres e sofisticadas do mercado. Ela também é macia, muito suculenta e tenra, pontos essenciais para seu uso desde o dia a dia em uma dieta saudável, até a alta gastronomia.

Contendo valor nutritivo alto e rico em minerais, o carré também é fonte abundante em proteínas e vitaminas do complexo B. Entretanto, assim como nos bovinos, seus cortes diversos dão muitas formas para você preparar receitas incríveis, conquistando qualquer apreciador de carne. Sendo assim, a seguir, apresentaremos mais informações sobre esse corte para que você entenda melhor sobre ele.

  1. O que é carré?
  2. Carré de porco
  3. Receitas com carré
  4. Como preparar carré de porco?
  5. Carré bovino
  6. Que parte do porco é o carré?
  7. Carré de vitela
  8. Preparo do carré
  9. Acompanhamentos para o carré
  10. Carré na gastronomia
  11. Origem do carré
  12. O carré na culinária nacional
  13. Benefícios do carré

Carré

O que é carré?

Carré é um corte de carne, localizada próximo à coluna vertebral, a parte que é considerada o “filé mignon” de animais como o porco. Quer dizer, é a parte mais nobre. De forma geral, assim como um carré de carneiro, ele pode ser vendido como peça única, variando com a necessidade.

Assim, esse tipo de carne tem menos fibras que o carré bovino, além de aroma e sabor marcantes. Entretanto, você também pode cobrar a peça completa, apresentando as costelas. Apesar dessa gordura, é preciso sempre regar com gordura extra, para a carne não ficar ressecada e perder maciez e textura.

Entretanto, duas peças podem ser combinadas, entrelaçando as costelas entre si. Para formar essa montagem chamada de “guarda de honra”, o corte também pode ser o de cordeiro.

Vale lembrar que cordeiros são animais classificados como ovinos, mas apenas até um ano de vida. O manuseio correto garante a qualidade da carne, estando ainda ligada a dados como peso e idade, além de fatores como sexo, raça e nutrição.

Carré de porco

O carré suíno é uma peça saborosa e pode ser feito tanto no forno quanto na churrasqueira. O resultado pode surpreender: macio por dentro e douradinho por fora. Uma perdição para quem adora carne de porco! A peça ainda fica mais saborosa quando você souber certas vantagens para enriquecer suas receitas.

Isso porque o carré suíno tem muita proteína e tem preços menores que as tradicionais peças bovinas. Contudo, apesar desse certo apelo popular, essa carne do porco costuma ser muito procurada nas festas de fim de ano. Como resultado, ela anda se tornando até mesmo uma das mais consumidas mundo afora.

De acordo com estudos, entre os maiores consumidores dessa peça, a maioria está entre países com alto índice de desenvolvimento humano. Sem falar que ainda foi revelado que sua proteína tem inúmeros benefícios para o sistema imunológico e a saúde em geral.

Confira alguns benefícios:

  • Possui altos níveis de vitaminas C e A;
  • É rico em minerais como ferro e zinco;
  • Fortalece o sistema imunológico.

Mesmo assim, é vital que você conheça a procedência do carré que você consome. Desse modo, você ainda pode, antes de fazer a compra, ver sua coloração e textura, assim como o selo de inspeção que garante a sua qualidade.

Outra dica é você notar ser existem pontos roxos ou vermelhos na peça. A partir disso, você pode saber ser houve estresse na hora de levar um carré com pH alto. Ou seja, ele terá pouco sabor e menos tempo de validade. Vale lembrar ainda que, na carne de porco, esse carré também é chamado de bisteca.

Receitas com carré

Para aqueles apreciadores de um bom churrasco, toda informação vale para aproveitar o melhor do corte. Sendo assim, temos algumas dicas básicas para você acertar no preparo de uma deliciosa receita com carré.

Para começar, antes de preparar essa carne, tome cuidado para não perder a peça inteira. Ou seja, são várias as receitas empregadas para preparar até mesmo um carré de cordeiro. Entretanto, a que vamos ensinar hoje é um jeito prático e simples para você ter apenas o melhor da carne.

Uma receita fácil e deliciosa, de carne nobre e sofisticada, perfeita para ocasiões especiais. Este é corte do lombo do cordeiro com o osso, sendo que a carne é muito macia. A receita é muito fácil e serve duas pessoas tranquilamente.

Carré

Receita de carré de porco

É só seguir nossas instruções e arrasar na hora de servir. Os ingredientes estão listados a seguir:

  • Dois quilos de carré de porco;
  • Um copo de vinho;
  • Uma cebola picada;
  • Quatro colheres de óleo;
  • Quatro dentes de alho;
  • Uma colher de alecrim;
  • Três folhas de louro;
  • Duas colheres de molho inglês;
  • Quatro colheres de suco de limão;
  • Uma colher de molho de gergelim;
  • Uma colher de amido de milho;
  • Uma lata de tomate sem pele;
  • Sal e pimenta à vontade;
  • Uma caixa de creme de leite.

Como preparar o carré de porco?

Para preparar, tempere a peça com todos os temperos. Então, esfregue-os bem na peça de carne, fazendo furinhos para deixar o tempero penetrar. Depois, deixe numa vasilha fechada e bem refrigerada por cerca de um dia inteiro. A seguir, na panela de pressão, aqueça o óleo e adicione o carré.

Deixe a carne fritar até dourar os lados, ou por cerca de quinze minutos. Assim, adicione mais cebola picada e deixe refogar por mais cinco minutos. Procure acrescentar o tempero da marinada com vinho branco e tomates.

Em seguida, tampe a panela, deixando cozinhar por cerca de quarenta minutos, para deixar o carré mais macio. Depois, deixe a pressão da panela sair e a abra, experimentando o molho. Você também pode colocar mais tempero, se desejar.

O próximo passo é dissolver amido de milho em mais vinho branco, assim com acrescentar tudo ao molho, sem parar de mexer. Ele precisa dar uma engrossada. A seguir, adicione creme de leite, sempre misturando tudo muito bem para garantir que o molho apenas esquente, não ferva.

Para fechar nossa deliciosa receita de carré de porco, coloque a peça de volta na panela, visando incorporar todo o molho. Então, sirva a carne acompanhada e uma boa salada verde e muitas batatas refogadas.

Carré bovino

Além do carré suino e ovino, existe também o carré bovino. Essa peça é, portanto, o contrafilé do gado, sendo assim chamada quando um pedaço possui diversos fios de costela. Trata-se de uma carne nobre, bastante saborosa e macia.

Uma das formas mais comuns de consumo dessa carne do gado é a chamada chuleta. Assim como o carré de porco pode ser dividido em bistecas, a carne do gado pode ser mantida junto das vértebras, de modo que sejam cortados no formato de bifes.

Dessa forma, obtém-se uma peça de carne firme, com ossos, que pode ser preparada frita ou acebolada. A chuleta é uma peça muito apreciada na culinária por conta do seu sabor diferenciado, bastante consumida na região Sul do país.

Por ser uma das receitas com carré mais simples e saborosas, no Sul do Brasil, a chuleta é mais consumida do que a peça de carré de boi inteira. É comum também encontrar a chuleta suína e ovina, apesar de que a de origem bovina é a mais popular.

Entender como preparar carré na forma de chuleta é realmente muito simples. Desse modo, basta temperar as peças com sal a gosto e, então, fritá-las em frigideira ou na chapa. É possível também incluir cebolas, alho ou outros temperos.

A bisteca e a chuleta são nomes da mesma peça, sendo que ambas são partes do carré. Por serem peças de fácil preparo e bastante sabor, é muito comum encontrá-las em restaurantes do Sul do país, bem como nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais.

Que parte do porco é o carré?

Carré trata-se da carne que fica na região superior do dorso, mais precisamente nas vértebras do animal.

O que diferencia a chuleta do carré é justamente o tipo de corte.

Carré

Carré de vitela

Similar ao carré de cordeiro, o carré de vitela é o contrafilé de um novilho, ou seja, de um gado bastante jovem. Dessa forma, a vitela é a carne de um bezerro que possui idade inferior a 1 ano, geralmente sendo os filhotes machos de raças leiteiras.

Por ser uma carne nobre de um novilho, o carré de vitela é, sem dúvida, uma das carnes mais macias que se pode encontrar no mercado. Trata-se de uma peça de altíssima qualidade, muito estimada na culinária nacional e internacional.

O carré de vitela é uma carne macia e de sabor incomparável. Assim como os outros tipos de carne de carré, o sabor desse corte é acentuado por conta da presença dos ossos e gorduras. Isso dá um toque especial que torna essa peça bastante diferenciada.

No caso da vitela, o carré é ainda mais macio e mais magro, visto que o novilho não possui grandes quantidades de gordura formada em seu corpo. Normalmente, o carré de vitela é preparado assado, junto a diversos temperos.

É possível afirmar que uma das formas mais saborosas para preparar essa peça é temperando-a com tomilho, louro, alho, vinho branco, noz-moscada e cebolas. Desse modo, tem-se uma das receitas mais incríveis com esse corte de alta qualidade.

Sem dúvida, essa receita é uma das mais importantes e caras envolvendo o carré. Por isso, ao degustar esse tipo de preparo, o consumidor acaba tendo uma experiência única, totalmente diferente das carnes consumidas mais tradicionalmente.

O preparo do carré

Além da receita anteriormente descrita de carré com molho, é possível também preparar receitas em que esse corte é assado no forno. Para isso, basta temperar a gosto a peça e, então, colocá-la para assar no forno.

Uma das formas de preparar o carré ao forno é se utilizando dos temperos citados no preparo do carré de vitela. Além disso, esse corte permite que o cozinheiro explore diversas formas de preparo, utilizando os temperos que mais o agradam.

Depois de temperar a gosto o carré, basta untar um refratário com azeite a fim de impedir que a peça de carne venha a ficar grudada. Então, basta colocar a peça de carne temperada e incluir os outros ingredientes como cebola, batata ou tomate.

Normalmente, o preparo do carré ao forno exige um tempo de cozimento em fogo alto de, em média, 40 minutos. Após esse tempo, você deve baixar o fogo e deixar o prato assando por mais uns 30 minutos, ou até que ele atinja o ponto desejado.

No entanto, essas não são as únicas formas de preparar o carré, independente do tipo de carne. As peças também podem ser compradas divididas em bistecas ou chuletas, o que torna o preparo ainda mais simples e, nem por isso, menos saboroso.

O preparo das chuletas é muito fácil, já que as peças podem ser fritas como outros tipos de bifes. Da mesma forma, é possível incluir cebolas, alho e outros temperos.

Outras formas de preparar carré

Sem dúvida, uma das formas de preparo alternativo do carré que mais chama a atenção dos amantes da culinária é o carré a milanesa. É possível ainda preparar essa receita com a peça de carré inteira ou com as chuletas ou bistecas.

A carne deve ser temperada devidamente para que tenha início o preparo à milanesa. Ou seja, é possível usar os temperos desejados e, ainda assim, mantê-la de molho submersa em temperos por, pelo menos, uma hora.

Depois disso, basta passar maionese por toda a peça, dando uma camada uniforme de cobertura em toda a superfície. Desse modo, é possível aplicar a farinha de rosca, fazendo com que ela permaneça fixa na peça, fazendo a chamada cobertura milanesa. Após, basta assar normalmente.

Já para fazer o preparo das bistecas ou chuletas a milanesa, o processo pode ser feito de forma diferente. Assim, é indicado bater alguns ovos até que eles fiquem homogêneos e, então, usar isso como a cobertura fina que fixará a farinha.

Depois disso, basta passá-las na farinha de trigo ou farinha de rosca. Para uma casquinha mais fina, indica-se a farinha de trigo. Porém, caso o cozinheiro deseje uma textura mais grossa e crocante, basta passar os bifes na farinha de rosca.

Dessa forma, é necessário fritá-las em frigideira com óleo abundante. Para fazer a fritura a milanesa, é indicado colocar a quantidade suficiente de óleo para cobrir a espessura dos bifes, fazendo com que eles boiem e não toquem no fundo da frigideira.

Carré

Acompanhamentos para o carré

Por ser um corte muito saboroso e versátil, o carré pode ser preparado das mais variadas maneiras e também combinado com uma infinidade de outros alimentos. Por isso, é muito importante que o cozinheiro tenha bom conhecimento sobre o preparo de carnes e que esteja disposto a usar a imaginação para selecionar os acompanhamentos.

Abaixo estão algumas sugestões que você pode preparar para comer com carré:

  • Purê de batata;
  • Purê de abóbora;
  • Batata gratinada;
  • Arroz a grega;
  • Legumes salteados;
  • Salada de tomate.

Carré na gastronomia

Conforme foi possível observar até aqui, o carré é uma carne muito versável e prática, além de ser um corte de grande qualidade. Por conta disso, o preparo do carré é algo que permite ao cozinheiro explorar novas formas de fazê-lo.

Isso porque, para preparar esse corte, existem diversas formas, somente entre as descritas nesse artigo. Portanto, o carré é um corte bastante versátil, facilitando a criação e o preparo, principalmente quando cortado em bistecas ou chuletas.

Por conta disso, o carré é uma das carnes que não podem faltar em um restaurante focado em carnes, até mesmo naqueles que não são especializados nesse produto. Um bom carré é capaz de enriquecer qualquer cardápio.

Da mesma forma, o preparo de chuletas ou bistecas é algo muito simples e saboroso, capaz de tornar qualquer restaurante mais bem visto aos olhos dos consumidores. Isso facilita a compreensão sobre o que é carré e quais as vantagens desse tipo de carne.

Independente de se preparar um carré bovino, suíno ou ovino, esse tipo de carne oferece um sabor diferenciado que só é possível por conta dos ossos que compõem o corte. Sem dúvida, esse tipo de prato faz toda a diferença em um estabelecimento alimentício.

Além disso, o carré também é uma ótima opção para ser preparada em casa, principalmente aos finais de semana, quando se recebe alguma visita especial. Esse corte é capaz de fazer a diferença também nas reuniões de família ou amigos.

Origem do carré

A origem exata desse tipo de corte não é conhecida, apesar de que o nome se originou na França. O carré também possui o nome de french rack, por conta de ser um prato bastante popular nas terras francesas.

No entanto, esse corte é tradicionalmente preparado também nas regiões do Mediterrâneo e do Oriente Médio, o que acaba causando mais incertezas sobre a sua origem. Trata-se do corte feito entre a 6ª e a 13ª costela de um cordeiro, podendo variar conforme o animal.

Apesar da nomenclatura francesa, esse corte se popularizou pelo mundo inteiro, dado o sabor diferenciado e refinado das carnes preparadas. As duas variações que mais se destacam são, portanto, o carré bovino de vitela e o de cordeiro.

Entendendo o que é carré, é simples compreender porque esse prato é tão requisitado, principalmente pelos amantes de carnes. Sem dúvida, qualquer restaurante que deseja oferecer um cardápio focado em carnes deve ter o carré disponível.

Além disso, existem estabelecimentos que oferecem hambúrgueres feitos a partir da carne, inclusive com o carré bovino. Essa é mais uma das variações que esse corte versátil pode oferecer ao mercado consumidor.

Carré

O carré na culinária nacional

Sem dúvida, um dos tipos de carré mais utilizados na culinária nacional é o carré de porco. A carne suína de carré é preparada em peças inteiras ou cortadas em bistecas. As bistecas geralmente estão entre os pratos mais pedidos nos restaurantes brasileiros.

Apesar de existir uma crença popular muito forte de que a carne suína é extremamente gordurosa, isso não é, de fato, verdade. Isso se deve ao fato de que, atualmente, a dieta dos suínos criados para o abate na indústria está bem mais balanceada.

Dessa forma, alcança-se uma carne mais leve e menos gordurosa, fazendo com que ela se torne mais saudável. Segundo estudos, em comparação com os porcos criados tradicionalmente, a carne suína atual apresenta cerca de 30% a menos de gorduras.

Quem afirma isso é o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Portanto, vale lembrar que o carré suíno é um dos cortes mais magros desse animal. Isso coloca essa peça ainda mais em evidência, se tratando de preparo e consumo na mesa do brasileiro.

Além disso, como vimos, existe também o carré bovino, que é uma das peças mais consumidas desse tipo de corte. Isso porque, de modo geral, a carne bovina possui índices menores de gordura do que a carne de porco.

No entanto, há estudos recentes que afirmam que isso não é mais uma verdade. Existem pessoas que defendem a carne suína, principalmente os cortes mais magros. Nós aconselhamos, portanto, que a carré suína seja consumida moderadamente, no máximo, duas vezes por semana.

Benefícios do carré

Conforme mencionado, a carne suína está apresentando, de modo geral, menores índices de gorduras. Isso é um fator que coloca o carré de origem suína ainda mais em evidência, visto que a carne bovina é uma das mais caras do mercado.

Porém, o carré bovino ainda é um dos mais populares, principalmente nas regiões Sul e Sudeste. Isso porque esse tipo de carne apresenta um sabor inconfundível, além de ser considerada bastante saudável e fácil de preparar.

Em contrapartida, a carne suína exige mais cuidados, principalmente em relação ao cozimento. Mas, de modo geral, ambos os tipos são importantes para a saúde, dadas as suas ricas propriedades nutricionais.

O consumo moderado da carne de origem suína também vem se tornado uma boa opção de consumo saudável, principalmente os cortes mais magros. Dessa forma, é possível comer uma carne saborosa que, ainda assim, apresenta menor custo no mercado.

Por fim, vale mencionar que o carré bovino ainda é um dos mais versáteis e populares. Isso porque, para prepará-lo, não existem muitas recomendações. Também é possível comprar o carré cortado em chuletas, o que facilita ainda mais o preparo desse tipo de prato.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo