Oiti, árvore perenifólia nativa do Brasil, tem mais de 500 espécies

Inicio » Agricultura » Oiti, árvore perenifólia nativa do Brasil, tem mais de 500 espécies
26/10/2020 Por
Oiti, árvore perenifólia nativa do Brasil, tem mais de 500 espécies

Uma das árvores nativas mais adaptáveis aos diferentes climas tropicais do Brasil, a oiti é conhecida por diversos nomes e pode chegar a 15 metros de altura. Sua versatilidade é tamanha que ela pode viver em qualquer parte do país.

Alta, de tronco fino e de folhas alongadas, a árvore oiti é mais comum em Minas Gerais, Piauí e norte do Espírito Santo, mas pode ser vista em todos os locais.

Oiti

O que é oiti?

Oiti é um tipo de árvore de origem brasileira e que muda suas características conforme o desenvolvimento.

Quando jovem, as folhas são mais alongadas e de coloração verde clara. No entanto, conforme vai envelhecendo, as folhas vão mudando de cor, se tornando mais escuras. Esta é uma ótima forma de saber mais ou menos a idade desse tipo de árvore.

A árvore oiti possui flores que proporcionam charme diferenciado à planta. Suas flores são de tamanho pequeno e possuem coloração branca.

E é justamente essa combinação de folhas e flores que propicia a abundância de pássaros e insetos que vivem e habitam a planta oiti diariamente.

A fruta oiti

Além de ter folhas e flores que chamam atenção pela beleza e pela coloração contrastante, essa árvore também é responsável por proporcionar a fruta oiti.

A fruta possui formato oval e conta com uma polpa fina. Ela pode ser comida e a textura lembra amêndoas.

Além disso, a fruta possui grande quantidade de óleo e é rica em iodo, de forma que é muito utilizada para desenvolvimento de anticorrosivos.

Também possui utilização na fabricação de lonas de freios, vernizes, tintas e borrachas, o que torna a árvore um tipo de planta muito vantajosa de se cultivar.

Como plantar oiti?

Para saber como plantar oiti é preciso encontrar uma muda de oiti e encontrar um local em que ela tenha espaço para se desenvolver.

Depois, basta criar um buraco de aproximadamente 30cm de largura e 30cm de profundidade e plantar a muda.

Além disso, juntamente à muda, é preciso colocar cerca de 2kg de composto orgânico, húmus ou esterco curtido. Com essa mistura, o solo fica mais apropriado para que a muda se desenvolva de forma satisfatória.

Para que o solo fique ainda mais preparado para que a muda se desenvolva com mais certeza, é possível colocar adubo NPK 10-10-10 misturado no solo.

Mas essa mistura precisa ser realizada de forma uniforme, no buraco que irá receber a muda, e precisa ser feito com alguns dias de antecedência ao plantio. Com isso, a terra estará mais preparada para receber a muda da árvore.

Oiti

Principais nomes do oiti

Como pode ser cultivada em todas as regiões do Brasil, ela é conhecida por diversos nomes, a depender do local em que está localizada.

Alguns dos principais nomes, são:

  • Oiti da praia;
  • Oiti cagão;
  • mirim;
  • Oiti do cerrado;
  • Guaili.

Ademais, todas as plantas possuem nomes populares, como os citados acima, mas também possuem nome científico.

O nome científico da oiti é Licania tomentosa, o que garante a identidade única e inconfundível de uma das árvores nativas do Brasil.

Como consumir o fruto do oiti?

Como já mencionado, a fruta dessa árvore pode ser consumida. No entanto, geralmente isso não ocorre in natura.

A fruta normalmente é utilizada na confecção de farofas, bolos e pudins.

Após colher e higienizar o fruto, você precisa retirar a polpa com o auxílio de uma lâmina, como uma faca afiada. Para isso, faça um corte do ápice até a parte da base da fruta. Esse é o procedimento para utilizar a polpa e fazer as receitas de doces e comidas de acordo com a cultura do local de colheita.

Ademais, para que o preparo seja para farofa, é indicado que os frutos estejam bem maduros.

Esse fruto também pode ser utilizado para fazer chás, sendo muito utilizado para tratamento de doenças como diabetes e colesterol.

Nesse caso, a parte utilizada é a folha e o modo de preparo é bastante fácil.

Basta ferver a água, aproximadamente 1 litro, acrescentar 3 ou 4 folhas da árvore de oiti, dependendo do tamanho da folha, e deixar apurar por aproximadamente 10 minutos, com uma tampa.

O sabor fica mais agradável quando o chá é ingerido gelado, por isso é aconselhado conservar na geladeira.

Ademais, a quantidade recomendada para consumo é de aproximadamente 200ml, 3 vezes ao dia. Essa prática pode oferecer redução da taxa de açúcar, com uma dieta balanceada.

No entanto, é sempre bom esclarecer que não é substituto de nenhum remédio, e o consumo pode ser consultado junto a seu médico.

Oiti

Onde o oiti é cultivado e quais os gêneros?

Apesar de ser nativa do Brasil, a oiti é cultivada em várias regiões tropicais espalhadas pelo mundo. Isso é possível graças à grande diversidade que possui na qualidade de espécies.

Ela é pertencente à família Chrysobalanacea. Podem ser encontradas cerca de 530 espécies de oiti.

De todas essas diferentes espécies, no Brasil já foram registradas 280. Ademais, possui vários gêneros, cerca de 18. Entre esses, 13 já foram localizados no país, sendo a maior incidência de diversidade na Amazônia.

Curiosidades sobre o oiti

O florescimento dessa árvore ocorre entre os meses de junho a agosto, enquanto o processo de frutificação é visto entre os meses de janeiro e março.

Assim, se você deseja colher os frutos para fazer receitas, é importante estar atento para não perder a época do ano em que eles estarão maduros.

Não são só as frutas que podem ser utilizadas, mas a madeira também é muito usada por oferecer uma série de benefícios na confecção de móveis e objetos.

E isso graças à resistência e durabilidade que a madeira da oiti possui, além de ser pesada e bem dura. Tais características tornam o tronco requisitado para uma série de finalidades.

Ademais, enquanto árvore, ela possui muitas utilidades também. É conhecida por fornecer uma incrível sombra, pois conta com copa vasta e bem cheia, o que é mais uma vantagem. Por esse motivo, é muito plantada para arborização de praças, ruas, avenidas e jardins.

Depois de adulta, a oiti tem a capacidade de fornecer grande volume de sombra para proporcionar proteção contra o sol.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo