Jacarandá traz beleza e equilíbrio ao meio ambiente

Inicio » Meio Ambiente » Jacarandá traz beleza e equilíbrio ao meio ambiente
02/06/2019 Por
Jacarandá traz beleza e equilíbrio ao meio ambiente

O jacarandá sempre chama atenção quando aparecem as primeira flores, na primavera. Esta árvore de cores esplendorosas está presente em diferentes regiões do país. Por suportar até mesmo os climas mais quentes e secos, é conhecida por sua resistência. Mais do que resiliente, esta árvore é fundamental para o ecossistema.

O jacarandá, além disso, desempenha um importante papel no ciclo de carbono das florestas da América Latina. Já sua madeira tem, entre outras utilizações, a delicada função de dar forma a violões acústicos.

  1. O que é jacarandá?
  2. Árvore jacarandá
  3. Madeira de jacarandá
  4. Para que serve o jacarandá
  5. Tipos de jacarandá
  6. Jacarandá Mimoso
  7. Características do jacarandá mimoso
  8. Onde e utilizada a madeira do tipo mimoso
  9. Jacarandá da Bahia
  10. Características do jacarandá da Bahia
  11. Maiores benefícios do tipo Bahia
  12. Jacarandá do Cerrado
  13. Características do jacarandá do cerrado
  14. Jacarandá Rosa
  15. Características do jacarandá rosa
  16. Maiores vantagens do plantio do tipo rosa
  17. Jacarandá Violeta
  18. Características do jacarandá violeta
  19. Madeira de jacarandá violeta
  20. Folhas do jacarandá violeta
  21. Benefícios do jacarandá
  22. A árvore e o ecossistema
  23. Purificação do ar pelo jacarandá
  24. Sobrevivência da árvore
  25. Uso medicinal do jacarandá
  26. Como consumir o chá de jacarandá
  27. Artesanato com jacarandá
  28. Idade das árvores
  29. Jacarandá na construção civil

Árvore jacarandá

O que é jacarandá?

O jacarandá, muito conhecido pela espécie jacarandá mimoso, é uma espécie arbórea de grande porte presente em várias partes do mundo. Sua origem é na América do Sul, em países como Brasil e Argentina. Desta forma, é comum em terrenos ricos, arenosos e bem drenados, mas apresenta grande tolerância à maioria dos tipos de solo, exceto os salgados.

Além disso, resiste bem à períodos de seca. Por estas razões, sua dispersão geográfica é tão vasta. A flor colorida faz com que a árvore seja freqüentemente cultivada para finalidades ornamentais.

Árvore jacarandá

A árvore jacarandá tem tronco de cor castanha bem escura. A poda desta árvore deve ser feita apenas com a finalidade de permitir a formação de um tronco central direito. Este método é usado para garantir a estabilidade da árvore, sobretudo em zonas urbanas.

Quando excessivamente podado, se expande verticalmente e a estrutura da copa fica deformada. É uma árvore da família das leguminosas, que também inclui o jatobá, o pau-brasil e o pau-ferro.

Madeira de jacarandá

A madeira de jacarandá brasileira é utilizada para confeccionar violões acústicos, caixas, palitos de fósforo e vassouras. Suas propriedades se devem ao tronco longo. Além disso, é perfeita para a fabricação de mobiliário e também usada para acabamentos internos na construção civil.

A madeira também foi usada no mobiliário do barroco brasileiro e exportada em larga escala para a Europa. A exploração predatória, por outro lado, contribuiu para a uma grande devastação nas áreas de origem, como a Mata Atlântica.

Um dos motivos pelo qual é muito procurado, é que o do Cerrado possui uma madeira diferenciada. Chamada de “madeira de lei” por conta da força que possui e qualidade extrema, é muito semelhante à madeira extraída do jacarandá da Bahia.

Dessa maneira, ambas podem ser confundidas frequentemente, já que suas características físicas, bem como qualidade e resistência, também empatam. Em geral, a madeira do tipo da árvore do Cerrado possui as seguintes características:

  • Lustrosa de forma irregular;
  • Tronco pardo;
  • Reflexos abundantes;
  • Listras escuras.

Justamente por isso, é muitíssimo utilizada para a fabricação de móveis de alto padrão, bem como objetos decorativos e chãos de taco e assoalho. Inclusive, os chãos que são feitos com a madeira do Cerrado, possuem ótima resistência e mostram-se muito bonitos quando lustros e cuidados da forma como deve ser.

Folhas de jacarandá

Para que serve o jacarandá?

Esta árvore frondosa e com ampla folhagem oferece uma extensa sombra e refresca até os ambientes mais áridos e secos. Com alta capacidade de adaptação, deixam os espaços urbanos mais belos com suas flores. Como ocorre com outras espécies, a floração depende da luminosidade. Por isto, a explosão de cores é muito vigorosa sobretudo durante o fim da primavera e o início do verão.

Outra característica destas árvores é o agradável odor emitido por elas durante a floração. A espécie também desempenha um importante papel no ciclo de carbono das florestas da América Latina.

Tipos de jacarandá

Existem 49 diferentes espécies de jacarandá. Os diversos tipos variam em tamanho, indo de 2 a 30 metros de altura. É muito conhecida por suas flores roxas, mas pode ter outras cores. O nome científico depende de cada espécie.

Os tipos de jacarandá mais conhecidos são:

  • mimoso
  • da Bahia
  • do Cerrado
  • rosa
  • violeta

Jacarandá Mimoso

O jacarandá mimoso (Jacaranda mimosifolia, D. Don) é uma árvore ornamental nativa da Argentina, Bolívia e também do Sul do Brasil. Curiosamente, é uma das poucas árvores a ter o mesmo nome comum em quase todos os idiomas do mundo.

Entretanto, tem dois nomes científicos porque, em 1822, foi identificada por duas pessoas que batizaram a planta de forma diferente: jacaranda mimosifolia e rotundifolia.

É uma árvore exótica de grande porte, atingindo de 5 a 10 metros de altura, com tronco de 30 a 40 cm de diâmetro. Possui floração lilás no período de estiagem.

Características do jacarandá mimoso

O tipo conhecido como mimoso possui uma aparência diferenciada por conta de suas flores lilás e com uma leve tonalidade de branco no meio. Isso faz com que seja conhecido pelo nome de Mimoso, já que é considerado assim por muitas pessoas.

Jacarandá mimoso

Em suma, ele pode ser encontrado em regiões do Rio Grande do Sul, no Brasil, mas é nativo da Argentina. Além disso, um dos fatores que mais preocupa cientistas, profissionais especializados em plantas e também indivíduos que são apreciadores da espécie é que ela passa por uma séria ameaça.

De qualquer maneira, uma das suas principais curiosidades é que o jacarandá mimoso apresenta o mesmo nome em grande maioria dos idiomas mundiais. Mesmo que leve o nome de mimoso, o seu tamanho é grande e possui um caule que, mesmo sendo forte, possui casca acinzentada e fina.

Em relação ao seu crescimento, pode chegar a 15 metros de altura. Já nas suas principais características físicas, estão:

  • Folhas opostas;
  • Folículos pequenos;
  • Glabros;
  • Bordo serreado.

Além disso, o que muitas pessoas não sabem é que a árvore oferece frutos. Ou seja, é possível encontrá-los como formato de cópulas lenhosas. Essas cópulas possuem uma dureza muito grande, fazendo com que sejam extremamente difíceis de romper. Ainda assim, no seu interior, há a concentração de uma série de sementes aladas.

Como a madeira é amplamente consumida para diversas construções, a do jacarandá mimoso não é diferente. Entre os tipos, é o que possui uma madeira extremamente pesada, dura e com uma durabilidade que impressiona os consumidores.

Onde é utilizada a madeira do tipo mimoso?

Para que serve o jacarandá? A madeira do tipo mimoso, mesmo possuindo as características citadas acima, ainda apresenta uma fragilidade bem típico dessa espécie. Porém, justamente a fragilidade combinada com as outras características, fazem com que possua uma enorme utilidade para:

  • Brinquedos;
  • Caixas de instrumentos musicais;
  • Móveis;
  • Caixas para guardar objetos.

Jacarandá Bahia

Jacarandá da Bahia

O jacarandá da Bahia, conhecido ainda por nomes como jacarandá preto ou jacarandá rajado, é encontrado sobretudo no sul da Bahia e em São Paulo. Sua madeira foi amplamente utilizada no século XVI, especialmente em mobiliário sacro.

Já foi abundante nas florestas brasileiras desde o Nordeste até São Paulo, mas a exploração para fins comerciais reduziu drasticamente a quantidade da espécie. Pode chegar a cinqüenta metros de altura, com noventa centímetros a 1,20 metro de diâmetro no tronco liso.

A madeira, de um roxo quase negro e com listras escuras, é das mais rijas e duradouras do Brasil. Sua área original de ocorrência estendia-se do sul da Bahia ao Espírito Santo, além de Rio de Janeiro e Minas Gerais.

Características do jacarandá da Bahia

Entre suas principais características está a ausência de flores. Entretanto, ele possui uma procura muito grande por conta da sua madeira que é extremamente solicitada a produção de móveis e instrumentos musicais.

Em suma, o da Bahia é o tipo cujo qual a madeira é muito parecida como o do Cerrado.

Maiores benefícios do tipo Bahia

Sem dúvida alguma, entre os maiores benefícios do está a possibilidade de entregar qualidade em todos os sentidos. Além disso, entre os tipos da árvore, ele é o mais procurado por conta do preço pelo qual sua madeira pode ser vendida.

Jacarandá do Cerrado

O jacarandá do cerrado, também conhecido como jacarandá paulista, jacarandá do mato, jacarandá pardo ou jacarandá amarelo (Machaerium villosum), é uma árvore encontrada principalmente nos estados de Minas Gerais, Goiás e São Paulo.

Esta árvore fornece madeira de lei muito semelhante à do tipo da Bahia. Sua superfície, contudo, é irregularmente lustrosa, com tronco pardo dotado de reflexos, listras ou sombras escuras. É muito utilizada, por exemplo, na fabricação de mobília de luxo, assim como em objetos decorativos, tacos e assoalhos.

Características do jacarandá do cerrado

Esse tipo  é conhecido pela aparência um pouco seca que possui já em sua naturalidade. De todas as pessoas que procuram entender e aprender o que é jacarandá, grande parte delas se surpreende ao ver a sua aparência.

Com uma aparência mais seca, folhas mais acinzentadas e que muitas vezes por conta do calor adotam uma coloração amarronzada ou amarelada, o Cerrado também possui o nome de Pardo e nome científico de Machaerium villosum.

Jacarandá do Cerrado

Em relação às suas principais características, pouco se sabe sobre ele. No entanto, sabe-se que ele tem resistências às intempéries climáticas, principalmente no que diz respeito ao calor. Afinal, como é encontrado facilmente no cerrado, é possível imaginar tamanha resistência dele.

Jacarandá Rosa

O jacarandá rosa é o tipo da árvore que fornece a madeira para a confecção de violões artesanais com ótima acústica. Da subfamília Fabaceae, tem o nome científico de Platymiscium floribundum. Também é conhecido como jacarandá do litoral, arariba preto e jacarandá branco. Sua altura atinge até 20 metros e seu diâmetro 70 cm.

Características do jacarandá rosa

O jacarandá rosa também é um dos tipos mais procurados pelos apreciadores da árvore. Entre suas características, é possível citar, de fato, flores em cores intensas de rosa. Entre os tipos que existem de árvore de jacarandá, o rosa é um dos mais belos para ser plantado e parques.

Como sua árvore atinge um tamanho consideravelmente grande, apresenta uma série de vantagens e também um fortíssimo apelo estético para o local em que se encontra. Em geral, a árvore do tipo rosa também é muito utilizada para quebrar um pouco a enorme quantidade de verde que existem em parques.

Dessa maneira, ele torna o ambiente muito mais sadio, alegre e fica mais belo ainda quanto combinado com árvores que possuem flores também coloridas. Entre os tipos da árvore, a rosa é uma das que mais oferece vivacidade e alegria ao ambiente.

Maiores vantagens do plantio do tipo rosa

Além do apelo estético, um dos maiores benefícios de plantar o jacarandá rosa, é que entre os tipos de jacarandá, ele é um dos mais resistentes e que possui maior sucesso durante o seu crescimento. Logo, há enormes probabilidades de ele florescer com grande eficácia.

Jacarandá Rosa

Porém, mesmo sendo resistente e tendo altos índices de sucesso no seu crescimento, é muito importante que esse tipo ganhe os devidos cuidados. Afinal, a árvore, antes de atingir o tamanho desejado, precisa ser plantada e devidamente cuidada.

Em relação à madeira, não há uma quantidade grande de registros que implicam a comercialização da madeira do tipo rosa. Mesmo que, assim como outros tipos, ainda seja comercializada, não oferece altos níveis de popularidade.

Jacarandá Violeta

O jacarandá violeta (violetwood) é uma das espécies do gênero dalbergia. São de grande e médio porte. Podem chegar até 50 metros e ter 80 cm de diâmetro. É encontrado sobretudo no Nordeste do Brasil (Ceará, Pernambuco, Paraíba, Piauí e Bahia).

Prima do tipo da Bahia (Dalbergia nigra), sua madeira tem coloração que pode variar do marrom ao roxo, podendo entretanto passar pelas tonalidades amareladas e avermelhadas. Tem como características principais ser duro, compacto e com uma textura fina. Assim como o rosa, é uma madeira amplamente utilizada, por exemplo, na confecção de violões.

Características do jacarandá violeta

Mesmo que seja raro de encontrar e muito confundido com o tipo mimoso, o jacarandá violeta apresenta uma coloração muito mais viva de suas flores. Além disso, como já mencionado anteriormente, a madeira apresenta uma coloração intensa e na cor violeta, também diferente do mimoso.

Dessa forma, pode ser considerado extremamente raro e muitas pessoas afirmam que não é possível encontrar suas sementes em território brasileiro, sendo mais facilmente encontrado através da internet do que em lojas de produtos para jardins.

Madeira de jacarandá violeta

Em relação aos tipos de madeiras relacionadas, a de jacarandá violeta é uma das mais belas e utilizadas para uma infinidade de construções. Responsável por movimentar a economia madeireira de maneira eficaz, muitos indivíduos pensam que ela é a madeira do tipo mimoso.

Entretanto, a madeira do jacarandá mimoso se apresenta mais pálida e comum. Já a do tipo violeta é extremamente solicitada no mercado. De fato, ela faz jus ao nome, já que possui uma coloração violeta de fato.

Por conta disso, muitas vezes é solicitado o preparo de móveis com a madeira crua. Ainda assim, a madeira de jacarandá violeta é extremamente sonora. Ou seja, é amplamente utilizada para:

  • Violão;
  • Flauta;
  • Cavaquinho;
  • Entre outros.

Além disso, a resistência da madeira extraída do jacarandá violeta, também é algo que surpreende muitas pessoas. Por conta disso, ela também é amplamente utilizada como tábua de carne, cavaletes para instrumentos de pintura, gaiolas e instrumentos em geral.

Jacarandá violeta

As folhas do jacarandá violeta

Um dos motivos pelos quais é tão raro e diferente do jacarandá mimoso, é por possui flores com cores muito mais vivas. Logo, essa é uma característica que o torna diferente e muito procurado, já que tem uma capacidade ímpar de avivar qualquer ambiente em que se faça presente.

Benefícios do jacarandá

A árvore é conhecida por suas propriedades medicinais. Porém, não há muitas evidências entre médicos e herbalistas quanto à eficácia dessas propriedades. Há quem afirme que o extrato aquoso da planta apresenta ação antimicrobiana contra bactérias que provocam diarreia, vômito e náuseas. Também protege o aparelho digestivo.

É eficiente no tratamento de doenças sexualmente transmissíveis. Alguns especialistas usam o óleo essencial derivado da árvore para diversos fins medicinais.

A árvore e o ecossistema

O plantio de árvores traz uma série de benefícios ambientais, como a preservação de cursos de água, conservação da biodiversidade, restauração do habitat de várias espécies de flora e fauna. Em áreas urbanas, as árvores também agregam valor imobiliário às regiões, não só por tornar o ambiente mais bonito como pela formação de sombras e por aumentar a ventilação.

O jacarandá aumenta a umidade relativa do ar, sobretudo em regiões mais secas, como o cerrado. Também atua na melhoria da qualidade do ar, com a redução de CO2 no ambiente e minimiza o escoamento de água superficial.

Após descobrir quais os tipos da árvore e o nome científico do jacarandá, vale citar que cada um deles possui características bem distintas.

Purificação do ar pelo jacarandá

O tipo mimoso foi a árvore pioneira no segmento ornamental. Por isso, conquista facilmente o grande apreço das pessoas. Além disso, é uma árvore amplamente conhecida por pessoas mais velhas, já que ele era considerado tendência a alguns anos.

De qualquer maneira, mesmo sendo utilizada em grande escala no paisagismo até os dias de hoje, mesmo que com menor frequência, o tipo mimoso auxilia muito a purificar o ar e oferece sombra fresca para animais e pessoas.

Além disso, possuir essa planta em casa colabora também para que o ambiente se torne mais harmônico e livre de impurezas tóxicas. Logo, mesmo que seja uma planta ornamental, também é amplamente conhecido por aliviar:

  • Estresse;
  • Problemas respiratórios;
  • Ansiedade.

Sobrevivência da árvore

Infelizmente, o do Cerrado, demora muito tempo para crescer e se recolocar na natureza. Isso causa um impacto negativo, já que ele é extremamente procurado para ser derrubado a fim de comercializar a sua madeira.

Dessa forma, ele se encontra fortemente ameaçado de extinção  e encontra-se em um nível preocupante de vulnerabilidade. Afinal, mesmo que seja possível replantá-lo e recolocá-lo de maneira devida na natureza, o seu crescimento é lento. Esse fator não colabora muito para que seja protegido de um estado de conservação precário.

Uso medicinal do jacarandá

Tem uma particularidade que muitas pessoas não conhecem. O fato é que ele possui ótimos efeitos para a saúde humana. Dessa maneira, suas folhas são comumente comercializadas para o consumo através da forma de chá.

Entre os maiores benefícios oferecidos pelo chá da planta, estão:

  • Aumento da imunidade;
  • Redução do estresse;
  • Emagrecimento;
  • Redução do apetite.

Como consumir o chá de jacarandá?

Para consumir o chá, antes é preciso saber que comprá-lo embalado é a melhor forma de consumir. Afinal, as folhas são colhidas de maneira adequada, passam por um processo de secagem e somente depois são embaladas.

Além disso, comprá-lo pronto também colabora de grande forma para que o indivíduo esteja consumindo a mercadoria correta. Ocorre que pode acontecer de alguém escolher a parte errada da árvore para fazer chá e, assim, ter sintomas adversos do consumo.
Jacarandá
De qualquer forma, para prepará-lo é muito simples. Não há nenhum tipo de segredo e ele ainda pode ser preparado de maneira rápida. Para isso, basta:

  • Duas colheres de sopa;
  • 1 litro de água fervente.

O indicado é sempre tomar um meio copo ou um copo inteiro antes das refeições. Porém, é importante frisar que é sempre válido consultar um médico antes de fazer o consumo.

Afinal, pessoas com problemas cardíacos, pressão alta, gestantes e demais indivíduos, precisam ter um cuidado maior na hora de consumir qualquer tipo de produto que fuja de seus tratamentos habituais.

Artesanato com jacarandá

Tanto a madeira quanto a semente da árvore, independente dos tipos de jacarandá, são amplamente utilizados para artesanatos. Em relação ao tipo de artesanato, o mais comumente feito com a madeira são os vendidos nas ruas, feiras e feitos com mãos e pincéis.

A parte mais utilizada é a semente da árvore. Afinal, ela possui uma aparência diferenciada e que colabora de grande forma para fazer com que a arte fique diferente e atraia mais atenção do público consumidor.

Idade das árvores

Uma das curiosidades dessa árvore é que a sua idade pode ser analisada a partir da raiz. Em geral, quando a semente possui duas ramificações, significa que ela ainda é uma árvore jovem e possui menos de 30 anos de idade.

Porém, quando a sua semente apresenta três ramificações, é um indício de que a árvore é antiga e está no local há mais de 30 anos. Independente do tipo de semente, ambas são muito utilizadas para o preparo dos artesanatos citados anteriormente.

Jacarandá na construção civil

Mesmo que sua madeira esteja em alta procura e correndo risco de escassez, determinados ramos da construção civil utilizam o jacarandá como um material de suma importância. Afinal, a sua madeira possui resistência e é infinitamente mais forte do que outros tipos.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo