Maturi: a castanha de caju verde que é iguaria na culinária nordestina

Home » Agricultura » Maturi: a castanha de caju verde que é iguaria na culinária nordestina
27/09/2019 by
Maturi: a castanha de caju verde que é iguaria na culinária nordestina

Maturi é um prato de suma importância da gastronomia nordestina

A culinária nordestina é diversificada e sua principal característica é o gosto forte de seus produtos. Por meio da influência de indígena, africanos e portugueses, a comida típica ganhou novos sabores ao longo dos anos. Outro destaque da região é aproveitar ao máximo o alimento, um bom exemplo disso, é o uso do maturi para elaborar pratos.

O maturi, nada mais é, do que a castanha de caju verde. Ela é usada principalmente na culinária baiana, para fazer receitas de saladas, tortas e frigideiras.

maturiManuseio e tratamento correto do maturi

A castanha de caju precisa passar por processo de cozimento em vapor e também por procedimento para retirada da casca. Isso porque ela apresenta uma casca dupla que libera uma toxina, que provoca queimaduras na boca. Com o maturi, acontece a mesma coisa.

Para o manuseio correto da castanha de caju verde, uma dica é retirar com uma faca a primeira casca que a envolve. Mas, para isso, é preciso que esteja com luvas nas mãos a fim de se proteger de queimaduras. Após retirar esta película, utilize a ponta da faca e retire a castanha.

O próximo passo é colocar em uma panela com água e deixar ferver, porque dessa forma é bem mais fácil retirar a segunda casca que encobre a amêndoa verde. Assim que tirar a película, o maturi está pronto para o preparo.

Receitas com maturi

Um dos pratos mais conhecidos quando se fala da castanha de caju verde, é a famosa frigideira de maturi. Essa receita é descrita por escritor brasileiro Jorge Amado, no livro Tieta do Agreste.

Maturi, camarão, tomate, pimentão, coentro, cebola, coco, óleo e azeite são alguns dos ingredientes principais desta receita. Este prato de destaque na culinária nordestina é considerada por muitos como um verdadeiro afrodisíaco.

Qual a importância da castanha de caju?

A castanha de caju é um fruto (no caso, do cajueiro, o caju é na verdade um pseudofruto) saboroso e nutritivo. Ele apresenta um baixo nível de gordura e é benéfico para a saúde, uma vez que reduz pressão arterial e os triglicerídeos. Além disso, atua na prevenção de problemas no coração, retarda o envelhecimento e ajuda a manter a saúde dos ossos.

maturi

A castanha de caju é ainda rica em zinco, um composto que ajuda nosso sistema imunológico a se defender de doenças e demais ameaças. Outros elementos presentes nas amêndoas são fósforo, magnésio e gorduras boas.

No entanto, vale ressaltar que, mesmo a castanha de caju sendo rica em nutrientes, não é recomendado ingerir mais do que cinco amêndoas diariamente. Outra questão que é preciso ficar atento é a manifestação de alguns sintomas, visto que algumas pessoas são alérgicas a castanhas.

Caso queira se deliciar em prato com maturi, uma boa dica é aproveitar a safra do cajueiro, entre os meses de julho a dezembro, principalmente no Ceará. Isso porque neste período, se houver a precipitação pluvial de maneira correta, será fácil encontrar diversos pés de cajus. Logo, a castanha de caju também estará em época de abundância.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo