Bife a cavalo é receita de sucesso feita com carne e ovo frito

Inicio » Agronegócio » Bife a cavalo é receita de sucesso feita com carne e ovo frito
16/08/2020 Por
Bife a cavalo é receita de sucesso feita com carne e ovo frito

Partindo de uma composição extremamente simples, o bife a cavalo se tornou um dos pratos mais queridos em todo o Brasil. É a união de dois dos itens mais cobiçados no dia a dia do brasileiro: o bife, paixão nacional independentemente do corte da carne, e o ovo, utilizado em abundância nas mais diversas receitas.

Mas há muitos anos, o prato também ganha destaque internacional. O bife a cavalo é uma das soluções mais rápidas e práticas para quem tem uma rotina corrida, reunindo ingredientes básicos e uma forma simples de preparo. É muito comum que esta mistura seja acompanhada por itens como arroz, feijão e batata frita.

Bife a cavalo

O que é bife a cavalo?

Bife a cavalo é simplesmente a união entre dois itens extremamente comuns em nossa culinária: o bife, preparado de maneira simples, acompanhado por um ovo por cima.

Muitas pessoas não conhecem o prato pelo nome, mas rapidamente reconhecem ao encontrar em qualquer restaurante ou bar no horário de almoço. Por mais que seja um prato simples, é vital para quem costuma cozinhar com frequência.

Há quem diga que o nome foi escolhido pelo formato, pois é como se os ovos estivessem “montados em um cavalo” no resultado.

Outra teoria diz respeito aos cavalheiros sulistas, que costumavam carregar em suas bolsas porções de carne e ovos. Essa combinação era a preferida dos viajantes por conta da facilidade para o preparo, bastando apenas um recipiente para fritura.

Mas não há confirmação se é realmente essa a origem do bife a cavalo.

Bife a cavalo na economia

Item que mais avança na economia brasileira, o bife chegou a bater uma exportação de 185 mil toneladas só no mês de dezembro de 2019. O excelente desempenho no comércio exterior fez com que o ano fosse de recordes para a carne suína, alcançando um lucro estipulado de 7,4 bilhões de reais arrecadados pelo Brasil. Isso se dá, principalmente, pelo interesse da China em obter o alimento.

Falando em toneladas, a carne alcançou cerca de 1,8 milhão de toneladas exportadas durante os 12 meses de 2019. Os ótimos números fizeram com que produto se estabelecesse como o principal do mercado de exportação, o que também gerou uma grande valorização de preço no mercado interno.

Os dois membros da receita fazem o maior sucesso quando o assunto é exportação. Assim como o a carne, o ovo também alcança excelentes número e está sempre subindo nos conceitos dos países compradores. Mas vale destacar que o Brasil também já se consolidou neste nicho há décadas, produzindo o elemento em larga escala por todo o país.

Bife a cavalo

Ingredientes para o bife a cavalo

Para saber como fazer bife a cavalo, você precisa reunir os ingredientes certos. E essa operação envolve três ovos, uma colher de sopa de óleo, outra de vinagre e um bife de carne. Pode ser acém, filé mignon ou um dos tipos de bife de sua preferência. Você também precisará adicionar todos os temperos que gostar, pois sabemos que, nesta área, a escolha particular é que manda.

Mas não abra mão do alho, do sal, da pimenta do reino e do óleo, itens essenciais para que você produzir o melhor resultado. Porém, destacamos que você deve ficar de olho nas quantidades, principalmente do sal. A receita é tradicional e cheia de sabor, mas qualquer exagero no volume de sal, por exemplo, pode piorar – e muito – a experiência.

Modo de preparo

A primeira coisa que você deve fazer é temperar o bife com os temperos da sua escolha, sem esquecer de adicionar o sal e a pimenta do reino. É preciso deixar a carne marinando por mais ou menos 5 minutos. Muitas pessoas pulam esta etapa, mas acabam cometendo um grande erro. É fundamental passar por essa fase para que os sabores fiquem mais acentuados no final.

Os próximos passos também não apresentam segredos e garantem um resultado mais do que satisfatório.

Você deve aquecer uma frigideira juntamente ao óleo em fogo médio por aproximadamente 2 minutos. Com a frigideira bem quente, você deve colocar o bife delicadamente e evitar o aperto contra o recipiente. Deixe por lá fritando naturalmente, sem perder a consistência e a suculência.

No entanto, é fundamental ficar de olho para que o item não fique queimado, pois este fator mudará totalmente o gosto da receita.

É hora de usar uma segunda frigideira limpa para colocar um pouquinho de óleo. Dependendo do seu gosto pessoal, o azeite também é uma ótima pedida. Abra os ovos com cuidado e comece a fritar.

Quando reparar que os ovos já estão dourados, é o momento de retirá-los da frigideira e passar por cima dos bifes já prontos, deixando o prato pronto para ser servido. Mas cuidado com o ponto da gema, para que não estoure tudo no momento de fazer a passagem.

Agora é o momento de providenciar o arroz branco e a batata frita para acompanhar esta refeição!

Bife a cavalo

Benefícios do bife a cavalo para a saúde

Por serem dois ingredientes altamente nutritivos, o bife a cavalo traz uma série de vantagens quando o tema é saúde. A carne bovina é um dos alimentos mais ricos em proteínas, oferecendo uma série de elementos como o fosfato e os aminoácidos. Muitas proteínas vegetais são benéficas, mas não reúnem tantas substâncias boas para o corpo como a carne. Inclusive no aumento da energia, trazendo mais disposição para o dia a dia.

Entre os benefícios da carne, também é possível acrescentar a presença dos aminoácidos, que oferecem uma série de vantagens ao corpo humano. Também se destacam as vitaminas do complexo B, o zinco, o ferro e a grande quantidade da vitamina B12, que faz as células do corpo trabalharem.

O ovo não fica atrás. Em sua composição, é possível encontrar grandes doses de água e de albumina, proteína essencial para que o crescimento dos músculos aconteça. Ele também traz poucas calorias, sendo ideal para quem está realizando uma dieta. E isso sem falar nas vitaminas do complexo B e outros minerais, que fazem o bife a cavalo ser uma combinação imbatível.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo