Brete auxilia pecuaristas e veterinários no cuidado com os animais

Inicio » Pecuária » Brete auxilia pecuaristas e veterinários no cuidado com os animais
12/02/2019 Por
Brete auxilia pecuaristas e veterinários no cuidado com os animais

Como o brete pode ajudar no setor pecuário

Por ser usado no setor econômico de maior influência para o Brasil, o brete é um equipamento eficiente para melhor cuidado e manejo dos animais de território rural.

O brete possibilita o rápido e prático atendimento de bovinos, gados e outros animais rurais de grande porte. Dessa forma, tem grande importância para facilitar o acompanhamento do desenvolvimento do animal.

Brete pode ser eficiente no atendimento a equinos

O que é brete?

O brete – também conhecido como tronco de contenção – é geralmente utilizado para o confinamento do gado em períodos de avaliação e procedimentos veterinários. Similar a uma jaula, o brete é responsável por manter a segurança e serenidade dos animais enquanto são examinados ou medicados.

É caracterizado por assegurar a proteção de todos os bichos enquanto recebem auxílio médico, desde os mais dóceis até os mais arredios.

Por isso, o brete apresenta diversas vantagens:

  • Praticidade na vacinação: utilizado cada vez mais entre os pecuários, deixou o método de corredor das seringas para trás. Por ter áreas abertas, simplifica a captura da parte do corpo do animal que será inserido o medicamento.
  • Agilidade nos processos: o tempo utilizado, por cabeça, para atendimento dos animais é de dez segundos, de acordo com grupos de alunos do Estudos em Ecologia e Etologia Animal – ECTO da Universidade de São Paulo.
  • Administração de medicamentos facilitada: acompanhado de uma balança, sua praticidade se torna ainda maior. Dessa forma, podem ser aplicadas doses exatas de medicamento de acordo com a pesagem de cada animal.
  • Redução de acidentes: lidar com animais com diferentes comportamentos e temperamentos fica mais fácil. Por isso, o uso do brete dá abertura para um manejo mais calmo e cuidadoso.
  • Procedimento cirúrgicos: também pode ser utilizado para a realização de pequenas cirurgias em campo. Assim como para a coleta de material para a realização de exames.

No Brasil, é recomendado que haja vacinação contra febre aftosa pelo menos duas vezes ao ano. Sendo assim, o brete funciona de maneira prática, eficaz e segura. A imobilização dos animais é de extrema importância para assegurar que não haja nenhum incômodo ao bicho e seu tratador durante as consultas.

Bovino em brete recebendo auxílio de pecuaristas.

Características do brete

O brete de contenção pode ser caracterizado por diferentes ferramentas que são adaptadas em cada mecanismo para o manejo de diferentes animais. Como:

  • Brete para bovinos
    É reconhecido por três guilhotinas que têm a função de prender o animal pela parte de cima do pescoço, separando do resto do corpo.Por ser feito para conter o animal, possui quatro portões abertos – que facilitam a passagem do braço dos cuidadores.Normalmente são produzidos com até 3 metros de comprimento, 1,3 metros largura e 2,7 metros de altura. Utilizado para aplicações, inseminações e cirurgias.
  • Brete para equinos
    Tem 2,5 metros de altura, 2,2 metros de comprimento e 90 centímetros de largura. Diferente do brete para gado, este não apresenta portões; há apenas um pequeno portão no centro no mecanismo para que seja impossível a saída do animal.O cavalo inteiro fica dentro do brete, sem divisão para a cabeça. É utilizado para inseminações, exames ginecológicos, avaliação de gestação, tosa, ultrassonografia, cuidado odontológico, aplicação de medicamentos e etc.

Por fim, o brete pode ser encontrado em lojas virtuais ou físicas especializadas para o setor agro. Seu preço pode variar de acordo com tamanho, funções e espécie de animais.

Agro20 | Portal Vida No Campo