Biocenose e as suas principais características

Inicio » Meio Ambiente » Biocenose e as suas principais características
05/02/2019 Por
Biocenose e as suas principais características

A biocenose é de grande importância para o ecossistema em função da harmonia que representa

Muito falada no mundo da biologia, a biocenose agrega diferentes seres do ecossistema; tendo, portanto, uma grande importância ambiental.

A biocenose é uma forma de definir as mais variadas cadeias de seres vivos, e o seu entendimento é considerado fundamental no ramo da biologia; já que, dessa forma, também é possível ficar mais próximo de entender mais sobre diferentes faunas, por exemplo.

Biocenose

O que é biocenose?

Também conhecida como biota ou conjunto biológico, a biocenose é um termo usado para classificar conjuntos de seres vivos que habitam o mesmo espaço. Neste conjunto, habitam dois ou mais tipos de espécies, sendo de animais ou vegetais.

Dito isso, o nome utilizado para denominar o ambiente que estes seres convivem é biótopo. Este ambiente possui condições de clima e atmosfera regulares de acordo com cada espécie que o habita.

Principais características da biocenose

O termo biocenose foi primeiramente utilizado pelo biólogo Karl Möbius, em 1877. Ele apresentou o conceito como a concentração destes indivíduos específicos, dando foco no conjunto que foi formado.

Este conjunto é influenciado por condições abióticas, ou seja, formação química, clima e pluviosidade. Também são influenciados pelo biótopo; ou seja, fauna e flora. Algumas das bactérias que podem formar estes conjuntos são as decompositoras, que podem mudar composições de solo e liberar agentes frutos de reações com organismos mortos. Quando este campo é cultivado em ambientes artificiais, é denominado de agrossistema.

As populações da biocenose são formadas por indivíduos que possuem semelhanças físicas para que haja o cruzamento da espécie. Entretanto, existem outras populações de espécies diferentes que habitam o mesmo espaço devido às condições do ambiente.

A biocenose destaca a riqueza de espécies, e o fator alimentar influencia diretamente no fluxo energético ao qual determinado grupo está exposto. Os membros possuem nível trófico semelhante, ou seja, participam do mesmo nível da cadeia alimentar.

Relações entre os conjuntos biocenoses?

Partindo do pressuposto de que nenhuma relação, seja qual for a espécie, é estável – com estes organismos o cenário não muda. A relação na qual os organismos são nômades – ou seja, estão em constante mudança de ambientes – são exemplo disso. Portanto, é comum observar espécies que entram em comunidades, absorvem o necessário para sua sobrevivência e depois migram para outra.

A partir de uma relação dinâmica, no entanto, em que os seres compreendem as necessidades de cada espécie – é possível observar harmonia em um biótopo.

vegetais em biocenose

A biocenose pode se organizar de diferentes maneiras. Grupo mais aberto quando quando as mudanças entre indivíduos e ambientes são mais instáveis e sujeita à alternações. Grupo fechado quando a relação é mais estável.

Entretanto, mesmo nos grupos mais fechados, não há fronteiras físicas tão demarcadas que possibilitem barrar as demais fronteiras que as rodeiam. Embora muitas relações biocenoses apresentem inúmeros padrões, os membros são, invariavelmente, minimamente compatíveis – tanto entre si bem como com o espaço selecionado; já que, sem tais características em comum, não seria possível alcançar uma harmonia ecológica.

Esta harmonia ecológica permite melhor desenvolvimento dos membros, como exemplo, melhores condições reprodutivas, níveis maiores de sobrevivência e entre outros benefícios. Os conjuntos de uma biocenose são formados por todo o tipo de ser vivo, incluindo animais, plantas, vegetais, organismos vivos (bactérias, por exemplo) e até mesmo nós, seres humanos.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo