Arado é importante para o trabalho de germinação do solo

Inicio » Agricultura » Arado é importante para o trabalho de germinação do solo
11/03/2019 Por
Arado é importante para o trabalho de germinação do solo

Arado é importante para que o solo se mantenha em boa forma e pronto para receber plantios

O arado é uma das invenções mais importantes para o trabalho no campo, uma vez que sua utilização está relacionada ao melhor manejo do solo.

Dessa maneira, o arado ganhou visibilidade nas fazendas, pois o trabalho das maquinas viabiliza aspectos como uma melhor plantação e contato do sol junto a terra.

arado

O que é arado?

O arado é uma máquina que tem o intuito de transformar a terra em um ambiente propício para boas plantações. A falta de manutenção ao solo pode degradá-lo e, consequentemente, trazer desvantagens como a compactação da terra. Por isso, o uso do arado é importante para que o solo fique mais solto. Assim permitindo que as raízes das plantas se infiltrem com mais facilidade, o que possibilita a absorção de mais nutrientes.

Sua serventia também é importante em regiões onde o frio prevalece, uma vez que seu processo torna o solo mais quente. Assim, as plantações não se tornam frágeis por conta das baixas temperaturas.

Por ser uma alternativa de grandes benefício, porém com valores salgados, muitos agricultores deixam de contratar empresas especializadas na técnica e procuram fazer o arado manual. Com uma espécie de carrinho de mão com um gancho de ferro, o cultivador passa o instrumento pelo solo, fazendo a mesma função do trator.

Tipos de arado

Antes de aplicar a técnica no solo, é necessário um reconhecimento do local para entender o tipo de arado que será usado. Isso para evitar que se prejudique a terra, exercendo uma pressão desnecessária sobre ela. Os principais tipos de arado são:

  • Arado Aiveca: É um dos tipos de arados mais antigos e eficientes. Seu uso está relacionado a trabalhos mais pesados e que precisem de uma certa tensão do motor do arado. Além disso, tem a vantagem da leveza da movimentação – que facilita o trabalho e o manejo da terra. Muito popular é a aiveca rompedora, visto que ela contém hastes maiores e consegue atingir boa parte do subsolo.
  • Arado de disco: Sua utilização surgiu da necessidade de ter uma maquina que fosse tão boa quando a aiveca, porém com menos recursos, apenas para entrar em solos que fossem mais secos e duros. Sua desvantagem está relacionada ao fato de possuir laminas giratórias e não pontiagudas. Dessa forma, o instrumento não atinge profundidade no solo.

Arado manual

Um ponto importante é checar se a terra em questão tem espaço suficiente para a locomoção do arado de trator, já que seu tamanho pode chegar a até dois metros de comprimento.

No Brasil, a técnica deve ser aplicada com cuidado para não gerar efeito reverso na terra; já que a sua função é deixar o local mais aberta para germinação.

Em locais de muita chuva, a exposição da terra pode trazer problemas como a extrema umidade. Ação que atrapalharia o negócio do fazendeiro. Em contrapartida, locais onde o sol é intenso podem acabar fazendo com que o solo fique seco demais.

De modo geral, o uso do arado é importante para a fertilidade do solo e ajuda fazendeiros de todo o país a se desenvolverem no setor.

Agro20 | Portal Vida No Campo