Gypsy Vanner é uma raça de cavalo criada pelos ciganos

Inicio » Pecuária » Gypsy Vanner é uma raça de cavalo criada pelos ciganos
27/05/2019 Por
Gypsy Vanner é uma raça de cavalo criada pelos ciganos

O cavalo gypsy vanner é forte e musculoso e, ao mesmo tempo, apresenta temperamento dócil e tranquilo. A raça gypsy vanner teve origem no Reino Unido, por meio das atividades de ciganos nativos do país, a partir do cruzamento de outros animais.

O gypsy vanner é muito utilizado para tração e entretenimento. Isso porque sua força, seu corpo cheio de músculos e o seu comportamento calmo são características ideais para esse tipo de atividade.

  1. Cavalo gypsy vanner
  2. Comportamento do cavalo gypsy vanner
  3. Curiosidades sobre o gypsy vanner
  4. Origem da raça gypsy vanner
  5. Padrões do gypsy horse
  6. Criação de gypsy vanner
  7. Quais são as funcões do gypsy vanner?
  8. Como criar um gypsy vanner?
  9. Qual é o preço do cavalo cigano?
  10. Venda de gypsy vanner
  11. Qualidades do gypsy vanner

gypsy vanner

Cavalo gypsy vanner

Gypsy vanner é uma raça de cavalos relativamente nova, existe há aproximadamente 100 anos, apenas. Também chamado de gypsy horse, coloured cob ou cavalo cigano, a raça foi desenvolvida pelos ciganos do Reino Unido – por isso o seu nome.

Os animais da raça são de porte grande – nem tanto pela sua estatura, mas sim em razão da sua estrutura muscular. São, portanto, fortes e têm pelagem mista. As cores mais comuns incluem o malhado entre o preto e o branco.

Entretanto, também pode ser encontrado em tons de marrom. Possui patas bastante peludas e, por isso, é bastante confundido com o cavalo bretão.

Comportamento do cavalo gypsy vanner

O cavalo gypsy vanner tem o temperamento bastante dócil, portanto, é considerado tranquilo para ser domado. É calmo e bastante inteligente. Devido à sua força, é utilizado como animal de tração.

No Brasil, a raça ainda não é muito difundida. Para se ter uma ideia, os animais começaram a ser registrados de forma oficial apenas na década de 90.

Curiosidades sobre o gypsy vanner

A raça possui algumas características específicas que o destacam entre os animais. Além da beleza e força, estes cavalos são excelentes para o trabalho e convivência com os humanos, devido a seu temperamento. Confira alguns detalhes sobre a raça:

  • Origem: Reino Unido;
  • Temperamento: dócil, calmo;
  • Usos: animal de tração;
  • Altura: geralmente, varia entre 1,40 e 1,50;
  • Pelagem: normalmente apresenta mais de um tom. Frequentemente é encontrado no branco e preto ou castanho; mas pode ter outras tonalidades.

Origem da raça gypsy vanner

A raça ainda é rara, se comparada com outros cavalos que já estão espalhados em criadouros pelo mundo. Entretanto, possui uma história bastante peculiar.

Os animais foram produzidos a partir de outras raças, pelos ciganos que viviam na Grã-Betanha. Na época, os ciganos queriam animais de pelagem colorida, já que em sua cultura a vestimenta e as caravanas também são coloridas. As raças que deram origem aos animais foram:

  • Dales Ponei
  • Welsh Cob
  • Fell
  • Clydesdale
  • Shire

Os animais têm porte pesado e, então, são bastante procurados para puxar charretes. Isso porque unem beleza, docilidade e força. Também se saem muito bem em provas equestres, saltos e esportes que envolvam a caça (em países do exterior).

gypsy vanner

Padrões do gypsy horse

Algumas características foram sendo desenvolvidas pelos ciganos e se tornaram marcas fortes da raça. Um animal sadio, por exemplo, deve pesar em torno dos 450 a 600 quilos (sendo que este é o peso que um macho alcança).

Além disso, o cavalo é compacto e harmonioso, apresenta crinas e pelos sempre em abundância. Os olhos são grandes e redondos, geralmente da cor castanha. Entretanto, já foram registrados cavalos com olhos azuis e até verdes.

O pescoço do gypsy vanner é robusto e forte, assim como seu dorso e tórax. A garupa também é bastante musculosa e bem definida, o que auxilia no movimento de tração.

Mesmo que seja um cavalo extremamente amigável e de temperamento muito dócil, o gypsy vanner é uma das raças mais tranquilas para serem domesticadas, mas ainda assim exige um certo estudo por parte de seu criador.

Afinal, toda raça de cavalo, inclusive a gypsy vanner, possui algumas particularidades e elas devem ser respeitadas. Os cavalos, em geral, são animais extremamente intuitivos e que sabem muito bem o que se passa ao redor deles.

Dessa maneira, torna-se indispensável um tratamento adequado para com os mesmos. Logo, respeitar suas vontades e necessidades é algo que precisa sempre ser levado em consideração.

Quando se fala do irish cob, por exemplo, trata-se de uma raça que faz amizade muito fácil com o dono e com outros cavalos da mesma espécie. Por conta disso, é um cavalo que encanta a todos ao seu redor, até mesmo o seu criador.

Com isso, fica cada vez mais fácil cuidar de uma raça tão dócil e que pode se tornar um companheiro para todas as horas.

Criação de gypsy vanner

Algumas pessoas são tão encantadas pela história cigana ou pela história do cavalo cigano que acabam decidindo viver com a criação desses animais. Como são cavalos dotados de sentimento, é preciso ter cuidados especiais na hora de criá-los.

Quem trabalha com seriedade em um ramo como criação de cavalos sabe o quanto esses animais exigem tempo, dedicação e muita atenção por parte do criador e de todos aqueles que estão envolvidos no negócio. Isso, logicamente, vai muito além de somente dar água e comida.

Os cavalos em geral são animais que exigem um tratamento diferenciado. O motivo não é somente por conta de serem animais extremamente conscientes, mas também por conta da qualidade do animal. Muitas vezes, por exemplo, são adquiridos para fins profissionais.

Dada essa informação, torna-se indispensável ter grande consciência na hora de criar esse animal. Afinal, é um compromisso que está sendo assumido. Portanto, é de suma importância garantir que ele esteja bem cuidado.

Quais são as funções do gypsy vanner?

Uma das principais características do gypsy vanner é que ele é um ótimo animal de companhia. Além disso, também é extremamente utilizado para feiras e mostras onde é possível concorrer a prêmios pelo melhor animal.

Mesmo que seja mais utilizado como animal de tração, como dito anteriormente, o gypsy vanner pode ser encontrado também em fazendas e fazendo o papel de trabalhar com crianças autistas, por exemplo.

gypsy vanner

Como criar um gypsy vanner?

Logicamente, criar gypsy vanners pode agregar uma série de benefícios para quem o adquire e também para quem cria. Afinal, é um cavalo que, mesmo não sendo tão caro quanto outros, ainda assim apresenta um valor um tanto quanto agregado.

De qualquer forma, é muito importante colocar na ponta do lápis todas as despesas necessárias para criar um cavalo. Afinal, a intenção é que o negócio tenha procedência e qualidade.

Enfim, para dar início à criação do coloured cob, como também é chamado, é preciso avaliar as seguintes características:

  • Estrutura;
  • Características da raça escolhida;
  • Alimentação;
  • Reprodução;
  • Investimento;
  • Mercado.
  • Ambiente adequado

Para início de conversa, a estrutura é algo fundamental durante a criação do cavalo cigano. Esse animal precisa ter bem-estar e um ambiente com espaço adequado e agradável para ele. É importante ressaltar que o gypsy vanner pode apresentar problemas quando não possui estrutura.

Como é um animal que pode atingir até 1,50 m de altura, pode-se imaginar que alcança um peso considerável, bem como possui largura e porte imponente. Logo, para que o seu desenvolvimento em todos os aspectos seja normal, é preciso espaço. Caso contrário, o animal pode desenvolver problemas como:

  • Temperamento irritadiço ou amedrontado;
  • Relação abalada com outros animais e até com o ser humano;
  • Músculos e demais membros atrofiados.

Logo, já possível imaginar o peso e a responsabilidade que é cuidar e criar o gypsy vanner. Porém, tendo a estrutura correta e ideal, já é um ótimo começo.

  • Pesquisa sobre as características da raça

Em relação à raça do gypsy horse, a mesma ainda não possui uma popularidade tão alta no Brasil. Logo, esse pode ser um ótimo fator para quem decide empreender com a criação do gypsy vanner no Brasil. Até mesmo porque, como é uma raça de cavalo ainda em descobrimento, é preciso quem domine o assunto.

Por isso, o mais indicado é sempre escolher a raça e dissecar todas as informações necessárias para a venda, criação, reprodução, etc. Essa é a melhor maneira de fazer com que se tenha sucesso e êxito.

gypsy vanner

  • Alimentação do gypsy vanner

Quem deseja criar o gypsy vanner precisa oferecer uma ótima alimentação para esse cavalo. Ele precisa ser saudável para que realize as atividades desejadas por aqueles que serão os seus novos tutores. Por conta disso, uma dieta balanceada é fundamental.

Além do mais, como possui uma quantidade um pouco maior de pelos, principalmente em suas patas, a sua alimentação reflete muito nessa questão. Dessa maneira, é comum observar que seus pelos podem estar opacos ou quebradiços quando a alimentação não está boa.

Um dos fatores de maior risco em cavalos, por exemplo, é que por conta do grande porte e aparente força física, muitos demoram para apresentar a deficiência de nutrientes necessários no corpo. Logo, podem desenvolver anemias e demais problemas de saúde sem que seus criadores percebam.

Por isso o mais indicado é sempre procurar um médico veterinário para garantir que a alimentação do animal está certa. Caso não esteja, o veterinário deve ser a pessoa para indicar a dieta mais correta para o gypsy vanner ter êxito e qualidade de vida.

  • Reprodução do gypsy horse

Para os criadores que desejam criar o animal como uma forma de fonte de renda, a reprodução precisa ser estudada com cautela. O período reprodutivo é o mais importante para quem cria os cavalos. Porém, para isso, é preciso cuidar muito bem das fêmeas e machos da espécie.

Para isso, é indispensável contar com o auxílio de um veterinário e um zootecnista. Lógico que ambos devem ser especialistas em animais de grande porte. Com isso, será muito mais fácil prezar pela vida saudável e bem-estar das matrizes.

Além disso, dependendo da condição da fêmea e do macho, é fortemente indicado que a reprodução ocorra através de inseminação artificial. Ainda assim, pode-se optar pelo método tradicional de reprodução.

Porém, esse já não é o mais indicado por uma série de fatores, como:

  • Demora para que ocorra a cruza;
  • Falta de interesse do macho ou da fêmea;
  • Morte no parto;
  • Parto de grande grau de dificuldade;
  • Entre outros.

Ademais, também é indispensável possuir uma agenda bem elaborada e um controle eficaz para garantir que o gypsy vanner tenha sucesso e saúde durante a procriação. Em geral, o tempo comum da gestão das éguas é de 226 dias.

Contudo, ninguém está livre de que aconteça algum problema e isso pode colaborar para alguma alteração no parto. Muitas vezes, quando os métodos de procriação não são supervisionados por especialistas, pode ocorrer uma série de problemas hormonais, por exemplo.

Assim, acaba-se dificultando de grande forma o nascimento do feto ou a sua formação saudável, fazendo com que filhotes deficientes nasçam com frequência.

  • Investimento para criação de gypsy vanner

Optar por criar o gypsy vanner exige colocar todos as despesas na ponta do lápis e averiguar qual será o investimento necessário. Dependendo da pessoa, pode já haver uma estrutura preestabelecida e por isso o investimento será menor.

Porém, dependendo dos casos, os investimentos necessários podem atingir bem mais de R$ 100 mil. No entanto, uma das maiores vantagens do mercado de equinos é que é um dos mais lucrativos para negócio. Logo, dependendo do cavalo, é possível receber de volta o investimento de maneira realmente rápida.

O preço do animal pode aumentar ou diminuir. Quem ditará como deve ser é, sem dúvidas, o responsável pela criação. Ele é o único responsável pelo preço que o animal terá na hora de colocá-lo à venda.

Isso porque, quanto mais bem cuidado for o animal em todos os sentidos, maior poderá ser seu valor de venda. Um serviço de ótima qualidade sempre terá um valor maior no mercado. Portanto, é muito importante desconfiar de quem comercializa um cavalo por um preço muito baixo.

De qualquer forma, é importante ter em mente que o gypsy vanner pede muito a presença humana no seu dia a dia. Inclusive, isso deve ocorrer sem falhas, já que o cavalo pode ter seu valor reduzido caso seja considerado selvagem demais para comercialização.

Em relação ao cavalo cigano, todos sabem que isso é muito difícil de acontecer, principalmente por ele ser extremamente dócil. Porém, o péssimo cuidado somado aos outros fatores de descuido pode resultar em um animal temperamental.

  • Mercado do cavalo gypsy

Por fim, uma das características que precisam estar em constante análise por quem deseja criar o gypsy vanner é em relação ao mercado.

Como dito anteriormente, esse cavalo ainda não é amplamente conhecido no Brasil. Logo, isso pode ser algo bom ou algo ruim, tudo depende do criador e da forma como ele leva seu negócio.

Se você domina o assunto e cria seus animais de maneira minuciosa, por exemplo, pode ser uma ótima vantagem ser um dos criadores especializados em gypsy vanner.

Qual é o preço do cavalo cigano?

Por ser um animal que ainda está com sua popularidade em construção, o gypsy vanner pode apresentar um valor bem mais salgado que  outras raças. Se for criado e comercializado fora do Brasil, por exemplo, o potro custará em torno de R$ 35 mil.

Entretanto, caso a intenção seja criá-lo e comercializá-lo, ou somente criá-lo, em território brasileiro, o valor sai bem mais do que o estipulado anteriormente. Isso porque será necessário importá-lo. Logo, já é de se imaginar que o valor será bem mais salgado.

Por isso é muito importante colocar todas as despesas no papel e ter consciência do investimento que está prestes a ser feito. Ou seja, caso seja importado de fora do Brasil, o seu preço pode ir de R$ 85 mil a R$ 140 mil.

gypsy vanner

Venda de gypsy vanner

Um dos medos de quem quer criar e vender o animal é se realmente é possível vendê-lo por um valor justo, já que o preço pago por ele é muito alto. Em suma, é possível vendê-lo.

Existem muitos indivíduos que compram essa raça para que eles sejam expostos em feiras como animais de raças exóticas. Tudo isso colabora muito para que o criador consiga vendê-lo. Contudo, é muito importante estar preparado para, se necessário, negociar alguns descontos com o comprador.

De qualquer maneira, há diversas formas de comercializar o gypsy vanner. Atualmente, os meios de comunicação podem ser uma ótima forma de divulgar o negócio. Isso quando a intenção é, de fato, comercializar.

Afinal, existem pessoas que costumam comprar esse animal somente para criá-lo e tê-lo em seu espaço. Ainda assim, as feiras são ótimos ambientes para vender esse animal para pessoas que estejam realmente interessadas em fazer negócio.

Qualidades do gypsy vanner

Assim como toda raça possui características diferenciadas, o mesmo ocorre com o gypsy vanner. Essa raça de cavalo é ótima por conta de suas características que fazem com que se destaque dos demais. Em suma, além de sua beleza física, também encontra-se o carisma e a facilidade nos cuidados.

Como sua personalidade é algo que encanta muitas pessoas, é comum encontrar pessoas interessadas nesse animal. Além disso, ele é uma raça de cavalo que agrega um forte apelo estético para quem o escolhe.

Logo, ele pode oferecer um ar agradável em qualquer local onde é colocado. Por conta disso, uma de suas maiores vantagens também está ligada ao fato de ser um animal exótico e que vence facilmente as competições em que participa.

Em suma, o cavalo cigano gypsy vanner oferece uma série de vantagens tanto para quem cria e comercializa, para quem somente cria e também para quem o adquire, já que é um animal tranquilo e amigo, se adaptando muito bem ao ambiente em que é colocado. Então, vale a pena se manter atualizado para conhecer sempre mais e mais essa rala encantadora.

Tags: ,

2 Replies to “Gypsy Vanner é uma raça de cavalo criada pelos ciganos”

  • Flavia Suchodolski disse:

    Olá somos criadores da raça Gypsy Cob e corrijo que a altura deles varia entre 1,40 e 1,50 um pouco mais um pouco menos. Tb existem em diversas pelagens não só o preto e a castanha. Obrigada! Abraço

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo