Cavalo mustang é o último equino selvagem do continente americano

Inicio » Pecuária » Cavalo mustang é o último equino selvagem do continente americano
25/03/2019 Por
Cavalo mustang é o último equino selvagem do continente americano

O cavalo Mustang faz parte do imaginário popular por ser belo, imponente e com aspecto selvagem. Admirado em todo o mundo, o cavalo mustang tem fama de ser uma raça originária dos EUA. No entanto, a espécie foi introduzida na América por colonizadores espanhóis no século XVI.

Dotado de enorme força e resistência, o cavalo Mustang era usados tanto pelos índios quanto pelos pioneiros desbravadores no período de colonização. Considerado raro, o Mustang americano selvagem é, inclusive, protegido por lei no país.

  1. Origem do cavalo mustang
  2. Características do cavalo Mustang
  3. Personalidade do Mustang
  4. Indicações para o Mustang
  5. Preço do cavalo Mustang
  6. Cavalo Mustang selvagem
  7. Manejo do cavalo Mustang
  8. Vacinação e vermifugação da raça Mustang
  9. Alimentação do Mustag
  10. Casqueamento do Mustang
  11. Confinamento do cavalo Mustang
  12. Cuidados odontológicos com o cavalo Mustang
  13. A relação do BML com a raça Mustang
  14. Preservação do Mustang
  15. O que significa a palavra Mustang?
  16. Cavalo Mustang branco
  17. Genética da raça de cavalo Mustang
  18. Curiosidades sobre o cavalo Mustang?
  19. A raça Mustang

cavalo Mustang

Origem do cavalo Mustang

O cavalo Mustang chamou a atenção dos colonizadores europeus que chegaram depois dos espanhóis nos EUA. Eles encontraram indígenas andando a cavalo e descobriram que eram os Mustangs. Naquela época, alguns povos nativos já haviam conseguido domar alguns equinos da raça.

As vastas planícies do país e a ausência de predadores naturais ajudaram os Mustangs a se multiplicarem em solo americano. No início do século XX,  havia cerca de 2 milhões de exemplares. Os agricultores, que temiam a competição dos cavalos com os seus bovinos por pastagens, começaram a caçá-lo.

Os Mustangs quase foram dizimados, mas em 1971 o Congresso dos Estados Unidos aprovou uma lei que declarou a espécie protegida e proibiu sua caça.

Características do cavalo Mustang

Os Mustangs são cavalos pequenos (medem em torno de 1,55m). Por outro lado, são extremamente fortes e ágeis. O Mustang tem olhos belos e expressivos e uma pelagem curta. Outras características são:

  • Crina longa e lisa
  • Traseiro baixo
  • Cabeça pequena
  • Coice forte, com impacto equivalente a 1 tonelada

Os animais podem ter coloração caramelo com a crina preta, mas há alguns com um tom acinzentado. O mais raro é o cavalo Mustang branco. Altamente resistentes, sobrevivem com pouca comida e suportam bem tanto temperaturas quentes quando frias.

Personalidade do Mustang

O cavalo Mustang, apesar da natureza selvagem, tem uma tendência a proteger as pessoas que o rodeiam e os outros equinos com os quais convive. Quando não estão em estâncias, eles costumam andar em grupos que podem reunir até 15 cavalos.

Esse comportamento social é uma defesa, já que sozinhos eles ficam mais vulneráveis. Outro traço marcante da personalidade desse cavalo é a sua inteligência aguçada.

Indicações para o Mustang

Embora seja muito ágil na natureza, a raça Mustang não é indicada para os jockeys, já que não são tão velozes em corridas. Entretanto, o Mustang é o cavalo queridinho da indústria cinematográfica, que já usou animais dessa raça em diversos filmes.

Uma curiosidade: o cavalo retratado no filme “Spirit – O Corcel Indomável” (2002), é um autêntico Mustang selvagem de cor caramelo. Na história, Spirit é um cavalo que resiste a ser domado pelo homem, mas desenvolve uma profunda amizade com um jovem indígena.

Preço do cavalo Mustang

O cavalo Mustang, por ser uma espécie ainda preservada em reservas na natureza, não é amplamente comercializado. Os animais precisam ser exportados dos Estados Unidos e, por causa disso, o custo desse equino é alto, podendo ultrapassar R$ 10.000,00.

Além de desembolsar um bom dinheiro, quem pretende adquirir um mustang deve obter uma autorização do governo americano.

cavalo Mustang

Cavalo Mustang selvagem

Agora que você já conhece um pouco mais sobre a origem do cavalo Mustang, vamos falar sobre o aspecto selvagem.

O cavalo Mustang selvagem é conhecido por ser símbolo do oeste selvagem americano. O fato de ser uma marca do oeste americano faz com que o governo dos EUA esteja criando formas de proteção a esse cavalo.

Isso porque muitos fazendeiros e pessoas do meio acreditam que os cavalos são concorrentes dos gados. Essa concorrência seria em relação ao alimento. De tal forma, muitos querem que a caça seja permitida para evitar essa concorrência.

Manejo do cavalo Mustang

Para a criação de cavalo Mustang você precisa entender bastante sobre o manejo desse animal. E o manejo envolve várias questões essenciais, como:

  • Vacinação e vermifugação;
  • Alimentação;
  • Ferrageamento e casqueamento;
  • Confinamento;
  • Odontologia.

Vacinação e vermifugação da raça Mustang

Se você quer criar essa raça de cavalo, precisa saber como cuidar desses animais.

Um dos principais cuidados que é preciso ter com o cavalo Mustang americano é sobre a vacinação e vermifugação.

É fundamental realizar todas as vacinas, pois isso evita que o cavalo adquira doenças. Além disso, se houver vários cavalos em um mesmo local, essa vacinação precisa ocorrer com o mesmo cronograma.

Dentre as vacinas que o cavalo Mustang precisa fazer, uma muito comum é contra a influenza. Além disso, as vacinas contra encefalomielite equina e tétano são essenciais.

Esse cuidado com o cronograma de vacinas é indispensável para evitar a perda dos animais e consequente prejuízo econômico. Isso porque o valor do cavalo Mustang é alto, como vimos, custando em torno de R$ 10.000,00.

Com isso, mesmo que você tenha poucas unidades ou somente um, é preciso ter o máximo de cuidado para manter o animal sempre saudável.

Outro cuidado essencial é o da vermifugação. Nesse caso, é importante que o princípio ativo seja trocado de tempos em tempos. Isso evita que os parasitas consigam atingir algum tipo de resistência.

Assim, com a aplicação da vermifigação, você consegue garantir que todos os tipos de vermes sejam atingidos e eliminados.

Dessa forma, a saúde do cavalo Mustang estará cuidada e protegida de uma série de doenças. Doenças essas que podem ter consequências muito graves.

cavalo Mustang

Alimentação do Mustang

Primeiramente vamos falar sobre o manejo alimentar do cavalo Mustang selvagem. O alimento próprio para o Mustang é do tipo volumoso. Esse tipo de alimentação é rica em fibras, como as forragens e as pastagens.

Essa alimentação tem a capacidade de suprir parcialmente a quantidade de nutrientes que o Mustang necessita.

Para complementar a alimentação de volumosos, o ideal é utilizar concentrados protéicos e energéticos. Os principais são grãos e rações. A quantidade desse complemente depende do tipo do animal e da finalidade da alimentação.

No entanto, é preciso tomar cuidado para não oferecer muita quantidade de concentrados. Esse tipo de complemente pode causar problemas como cólicas e miopatia de esforço.

Ademais, para fornecer mais qualidade de vida ao animal, é essencial que o cavalo não fique grandes períodos em jejum. E considerando que o preço do cavalo Mustang é alto, é importante manter sua saúde.

Casqueamento do Mustang

Além da alimentação, outro cuidado necessário para o manejo do cavalo Mustang é o casqueamento. É fundamental limpar os cascos todos os dias. E isso deve acontecer, principalmente, antes do cavalo se exercitar.

Se o Mustang tiver um ferreamento e um casqueamento adequados, você consegue prevenir muitos problemas. Em geral, se esse tipo de cuidado não ocorre, o animal pode apresentar afecções no aparelho de locomoção.

Além disso, esse tipo de cuidado proporciona maior proteção contra os impactos que os cascos levam quando tocam o solo.

Confinamento do cavalo Mustang

O Mustang precisa viver livre de baias. O confinamento não é um comportamento natural para um cavalo selvagem, de modo que pode prejudicar seu desenvolvimento e saúde.

Além disso, o ideal é oferecer água à vontade. E essa água precisa ser fresca e limpa para que o animal tome quando tiver vontade.

Ademais, pensar no conforto no animal é indispensável. Por isso, a baia precisa ser muito espaçosa e ventilada. Para dormir, ele precisa de cama confortável. E o ambiente precisa ser adequado à altura do Mustang, que normalmente é mais baixa que outros cavalos.

Por isso, coloque os bebedouros e o cocho em uma altura que seja confortável e adequada à altura do Mustang.

Isso tudo é muito importante para que ele tenha um bom descanso e consiga sempre ter suas necessidades supridas. Principalmente pelo grande esforço que um Mustang pode fazer durante o dia.

É comum que esse tipo de cavalo percorra uma distância de aproximadamente 9 a 12 quilômetros todos os dias. Com isso, o período de alimentação e descanso precisa ser revigorante para sua saúde.

Lembrando sempre que esse tipo de cavalo possui um custo elevado. Sendo assim, o tratamento precisa ser compatível com o valor do cavalo Mustang.

Cuidados odontológicos com o cavalo Mustang

Bom, outro cuidado muito importante que o Mustang precisa receber é o odontológico. Para que ele tenha bom aproveitamento de todos os nutrientes de sua alimentação, precisa estar com os dentes em dia.

Qualquer tipo de alteração na mastigação, sem dúvida, causa alterações na digestão do alimento e pode ocasionar problemas. Entre os principais problemas relacionados com alterações dentárias estão a queda de desempenho, perda de peso e problemas no trato gastrointestinal.

Para manter sempre a qualidade dentária do Mustang, o ideal é que ocorra acompanhamento dentário a cada 6 meses. E esse acompanhamento é feito por veterinário especializado e capacitado.

A relação do BLM com a raça Mustang

Vamos, agora, nos aprofundar no assunto da discussão de liberdade dos cavalos Mustang americanos.

Como mencionado brevemente, existem uma questão forte nos EUA envolvendo a liberdade desse cavalo selvagem e o desejo de regulamentação de caça.

E essa discussão é de responsabilidade do BLM (Bureau of Land Management). Esse é o órgão que faz com que a legislação existente de proteção aos cavalos selvagens seja cumprida. Essa é a legislação criada em 1971 que foi abordada logo no início do texto.

Pois bem, essa discussão é acirrada e pode ter grandes impactos na sobrevivência da raça. Enquanto isso, existem cerca de 35 mil cavalos selvagens atualmente.

Esses Mustangs vivem em uma área deliberada pelo governo federal dos EUA. O tamanho é em torno de 27 milhões de acres. Além disso, milhões de gados também vivem em terras públicas, totalizando 245 milhões de acres.

Ou seja, é grande o conflito de interesses. De tal forma, cabe ao governo americano encontrar uma maneira de preservar essa raça que é símbolo da cultura do oeste. Além disso, o mundo todo conhece.

As pessoas que defendem que os Mustangs precisam viver livres, têm como principal argumento as más condições em que vivem atualmente.

O BLM retira muitos animais de rodeios, circulação e exploração. Porém, diversas denúncias informam que a grande maioria desses cavalos selvagens capturados, acaba em abatedouros no México e Canadá.

cavalo Mustang

Preservação do Mustang

O que se busca é a preservação dos cavalos Mustang selvagens, com viabilidade econômica e de forma sustentável. E dentro disso já ficou comprovado que o BLM não é eficiente.

Entre as propostas para solução desse problema está o ecoturismo. E essa é uma solução muito interessante, pois o Mustang é um tipo de animal que atraia muito a população. Isso porque grande parte das pessoas conhece história. Muitas já viram a participação dessa raça em grandes filmes americanos.

Com isso, seria possível criar excursões guiadas para que os turistas pudessem conhecer pessoalmente essa raça.

Até porque, se não for assim, muitas pessoas não têm essa oportunidade. Como o valor do cavalo Mustang é alto, a criação não é tão comum.

E com essa forma de solucionar o problema, os recursos arrecadados com as visitações dos turistas conseguem custear a manutenção dos animais. Dessa forma, o Mustang consegue ter boa qualidade de alimentação que o gado livre possui.

O que significa a palavra Mustang?

A palavra Mustang, que dá nome a essa raça de cavalo, deriva de uma palavra em espanhol. A derivação vem de “ustengo”, que significa cavalo sem dono.

Por isso que o Mustang americano é um grande símbolo de liberdade. De tal modo, o movimento pelo Mustang livre é tão forte e crescente no país.

Cavalo Mustang branco

Como você já sabe, existem diferentes pelagens de cavalo Mustang. Mas a mais emblemática e bonita, sem dúvida, é a cor branca. O cavalo Mustang branco, apesar de raro, encanta quem tem a sorte de conhecer.

O Mustang (ou cavalo bravio, como também é conhecido) tem seu preço ainda mais elevado quando se trata de pelagens de coloração rara. Esse é o caso do cavalo Mustang branco.

Genética da raça de cavalo Mustang

A raça Mustang tem origem espanhola. E a criação desses cavalos era feita cuidadosamente para que a raça fosse cada vez mais aprimorada.

Com o passar do tempo, a raça Mustang teve mistura com outras raças, como a de rebanho ferais. Ademais, há sinais de outras cruzas, a depender do tipo de cavalo Mustang em questão.

E por serem de tamanho menor, era comum ouvir que a raça Mustang era inferior. No entanto, já é mais que comprovado que são apenas menores, não inferiores.

Isso porque são muito resistentes, podem se alimentar em pouca quantidade e beber pouca água. Mesmo assim, oferecem grande resistência e são muito inteligentes.

E essa resistência, infelizmente, é decorrência das condições de vida que a raça sempre enfrentou. Como as condições sempre foram duras, a natureza se transformou. Com isso, o cavalo Mustang aprendeu a sobreviver mesmo em condições penosas.

cavalo Mustang

Curiosidades sobre o cavalo Mustang

Essa raça de cavalos possui muitas curiosidades. A primeira delas é sobre os cascos. O Mustang tem casco de aço. Isso que dizer que consegue viajar por grandes quilômetros sem causar ferimentos em suas patas.

Isso é diferente em cavalos domésticos, que não possuem toda essa resistência em seus cascos.

Além disso, mesmo que você coloque mais alimento à disposição, o Mustang normalmente vai comer somente 2,72 kg ao dia, aproximadamente. Essa é uma quantidade inferior a outras raças, mas é o suficiente para o Mustang.

Outra curiosidade é o tempo de vida desses animais. Um cavalo Mustang pode viver entre 12 a 20 anos sendo solto na natureza. E é possível, inclusive, encontrar cavalos dessa raça que vivam até 40 anos.

Mais uma curiosidade sobre o cavalo Mustang é que ele originou o nome de um dos mais famosos carros da Ford, o Ford Mustang. No ano de 1964, o lançamento aconteceu. E a inspiração do nome foi justamente a raça de cavalos selvagens.

Além disso, o carro possui um cavalo gravado na grade do radiador, o que também é uma alusão ao nome e ao animal selvagem que deu origem ao nome do carro.

Ademais, pela forma física que possui, o cavalo Mustang não consegue visualizar a parte traseira de seu corpo, o que é mais uma curiosidade interessante.

A raça Mustang também tem a curiosidade de possuir uma dieta baseada em arbustos. Isso difere de outras raças de cavalos e também pode ter relação com as condições de vida que possuem ao longo das décadas.

Isso fez com que tivessem que adaptar sua alimentação e encontrar outras formas de sobrevivência. E foi nos arbustos que mais encontraram fartura. Mas, mesmo assim, o cavalo não ingere quantidades maiores.

A raça Mustang

Com todas essas informações, você consegue notar que o cavalo Mustang é uma animal selvagem e emblemático. Mesmo ameaçado, possui movimentos que tentam preservar sua raça livre e saudável.

Além disso, o valor de um cavalo Mustang é bem grande e a pouca quantidade faz com que seja ainda mais difícil comprar cavalos dessa raça.

No entanto, o Mustang é muito resistente e vive por muitas décadas, o que pode compensar o preço. Em geral, se bem cuidados, eles não apresentam doenças.

Assim, seja para visitar o cavalo Mustang em terras americanas, ou comprar para criar aqui no Brasil, essa raça de cavalos selvagens é uma ótima escolha em qualquer das hipóteses.

One Reply to “Cavalo mustang é o último equino selvagem do continente americano”

  • Patrícia Batista das chagas disse:

    Joana gall, é meu sonho ter um cavalo desses preto,o nome será beleza.Obrigada pela explicação brijos!!!

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo