Coco é fruto muito benéfico amplamente produzido e consumido no Brasil

Inicio » Agricultura » Coco é fruto muito benéfico amplamente produzido e consumido no Brasil
16/09/2019 Por
Coco é fruto muito benéfico amplamente produzido e consumido no Brasil

Para além da questão nutricional, o coco é um alimento muito bem-visto na indústria alimentícia

Não é incomum achar que o coco é uma fruta gostosa e litorânea – o que não é mentira, de fato. O problema mesmo é o pensamento comum de que ele é apenas isso e nada além. Na verdade, a fruta oferece uma ótima opção ao mercado brasileiro.

Assim como a semente de mostarda utilizada como especiaria, muitos não sabem sobre o mercado do coco. O mesmo está em crescimento a um bom tempo e só tem trazido benefícios ao país. Por isso, essa é uma ótima oportunidade para conhecer um pouco melhor a fruta.

coco

O que é coco?

Coco é uma fruta, como já foi dito acima, bastante nutritiva – sua árvore é o coqueiro. Oferece diversos nutrientes que melhoram o desempenho do seu corpo e cérebro.

Além disso, ajuda a estimular os rins e controla os níveis de açúcar pelo corpo. Ademais, está presente em diversas dietas nutritivas e saudáveis.

Benefícios do coco

Há uma série de benefícios que se destacam entre as propriedades do coco, incluindo desde melhorias no funcionamento do intestino até a sua ampla capacidade de hidratação.

Vale lembrar que, além de os nutrientes do coco serem muitos, este é um alimento de grande importância economicamente. Isso se dá pelo fato de que é muito associado aos países tropicais e litorâneos, quando não foi bem assim.

A fruta chegou ao Brasil do Sudeste da Ásia no ano de 1533, ou seja, logo após o período pré colonial de extração do Pau-Brasil e início do período colonial pelos portugueses. Desde então, as plantações de coqueiros vêm aumentando gradativamente.

Óleo de coco

Com o crescimento da indústria estética no mundo globalizado, o óleo de coco foi colocado em evidência nos últimos anos. O que a maioria não sabe, porém, é que o óleo já é utilizado na alimentação há um bom tempo.

O Brasil, no entanto, não é um dos maiores produtos de óleo de coco. Basicamente, 80% do mercado mundial se concentra na Ásia, enquanto o resto se espalha pela América Latina, África e Oceania.

São conseguidas cerca de três toneladas do óleo por ano, que são exportadas principalmente para os Estados Unidos e União Europeia.

No entanto, o coqueiro gigante que é comum no Brasil não está muito ligado a esse óleo. No país tropical, prefere-se o plantio do coco seco para fazer coco ralado e seus derivados do que incentivar a produção de óleo de coco.

Em uma escala mundial, tal falta de investimento poderia ser um grande problema para a indústria no Brasil. Ainda assim, o coqueiro plantado aqui consegue suprir muito bem a demanda estipulada.

coco

Água de coco

Além do óleo de coco, que vem ganhando cada vez mais popularidade no país; a água de coco é outro produto da fruta que faz um sucesso enorme entre os que buscam alternativas saudáveis para compor a dieta.

É bastante comum encontrar barracas vendendo água de coco pelo Brasil afora. Mesmo nos centros urbanos do sul e sudeste, você encontra essa fruta. Para tanto, é preciso compreender que os coqueiros se encontram, em sua maioria, no litoral nordestino.

O coco não precisa de muita irrigação e a terra puxa nutrientes o suficiente para que nenhuma planta apareça por lá. Apesar de uma nova praga ter surgido nas plantações, a questão consegue ser controlada facilmente.

Desse modo, os agricultores desse tipo de plantio estão pouco preocupados. Tal fato se deve principalmente porque tal mercado, especificamente o da água de coco, é muito lucrativo.

Enquanto a Cooperalfa é uma importante corporativa no Sul quando o assunto são grãos, já no Nordeste é comum encontrar as empresas ligadas ao coco e açaí, por exemplo.

Assim, o Brasil fatura mais de um bilhão com esse mercado desde os anos 1990, quando passamos a investir nos coqueiros híbridos e deixamos de investir tanto no seco.

Com uma produção equivalente a dois bilhões de frutos e empregando mais de 700 mil pessoas, o mercado do coco só deve crescer.

O que são os coqueiros híbridos?

Como já dito anteriormente, o Brasil investe muito mais no coco verde para produção da água de coco. Isso se deve principalmente ao fato de que o país viu que era muito mais lucrativo investir nos coqueiros híbridos, diferente do coqueiro gigante que fornece o óleo de coco e o seco para produtos industrializados.

Dessa maneira, os coqueiros híbridos são um tipo de árvore diferente, que requer menos cuidado e não necessita do uso de agrotóxicos. A irrigação também tem um nível bem menos elevado que outras árvores para plantio litorâneo.

Além disso, o clima brasileiro ajuda muito na manutenção e prosperidade do fruto. O único problema é que a safra é quase anual, pois demora para este esteja bom para alimentação e utilização em outros itens. Isso pode ser ruim para os agricultores que vivem exclusivamente desse plantio, mesmo que o lucro seja grande.

Logo, não é incomum encontrar agricultores que também cuidam de outros plantios como o de mandioca, por exemplo, pois a farinha de mandioca é alimento importante na culinária brasileira.

coco

Mercado do coco

Ainda que o coco seja muito importante para grandes empresas, no nível familiar e mais comum da produção, a fruta está mais voltada para venda e produção de doce de coco como a cocada, por exemplo.

Ainda é possível perceber que o coco pode ser utilizado em outros ramos alimentícios, seja para a produção dos doces propriamente ditos ou então inseridos na questão industrial. Um exemplo é no auxílio da produção das margarinas nacionais.

E não somente na questão alimentícia, o coco é completamente utilizado depois de colhido. Assim, sua casca também é aproveitada ao máximo e pode ser utilizada na fabricação de cordas e chapéus, por exemplo. Também pode estar inserida no mercado automobilístico e compor um dos ingredientes para encostos dos bancos de carros.

Portanto, é possível notar que o coco é um fruto extremamente versátil e não deve ser ligado somente à questão nutricional. A água de coco, o coco seco e os tipos de coqueiros são essenciais para se compreender o mercado nacional e como ele funciona, gerando lucros para o país em grande ou pequena escala.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo