Gavião é o nome de várias espécies de aves de rapina

Inicio » Meio Ambiente » Gavião é o nome de várias espécies de aves de rapina
07/10/2020 Por
Gavião é o nome de várias espécies de aves de rapina

Gavião está entre uma das mais fortes aves de rapina. O gavião está entre as maiores e mais fortes aves de rapina do mundo. Afinal, várias espécies de gavião excedem a marca de seis quilos de peso, um metro de comprimento e dois metros de envergadura. Em quase todas as aves de rapina, a fêmea da espécie é maior que o macho.

O grau de dimorfismo de tamanho entre os sexos está correlacionado com os hábitos alimentares, pois espécies especializadas em caracóis, insetos, répteis, mamíferos ou aves, respectivamente, mostram dimorfismo progressivamente maior. Em geral, as fêmeas do gavião também têm uma cor mais opaca e mais castanha. Além disso, os filhotes de gavião podem ter uma aparência bem diferente dos adultos.

Gavião

O que é gavião?

Gavião é um grupo de aves de rapina diurnas, de tamanho médio, da família Accipitridae. Os gaviões são amplamente distribuídos e variam muito em tamanho. Ou seja, os pássaros dessa família grande e bastante mista variam de pequenos gaviões a águias enormes e poderosas como, por exemplo, as dos gêneros Harpia, Pitecophaga e Haliaeetus.

Distribuição do gavião

Em suma, o grupo de aves gavião está presente em todos os continentes, exceto na Antártida. Além disso, ocupa todos os tipos de habitat, de florestas densas a campos abertos e até mesmo desertos.

Como esperado das predadoras aves de rapina, o gavião vive em densidades relativamente baixas, sobretudo em territórios individuais de guardas florestais, que incluem áreas de alimentação.

Aves de rapina

Todos os pássaros, mesmo aqueles tão diferentes quanto uma águia e um beija-flor, compartilham algumas características comuns. Por exemplo, penas, asas, postura de ovos e sangue quente. No entanto, certas características definem alguns grupos de pássaros, como é o caso das aves de rapina, chamadas também de aves raptoras.

Como visto, a palavra “raptor” vem do latim rapere e é uma maneira adequada de descrever aves que voam sobre suas presas.

Em suma, existem cerca de 31 espécies de aves de rapina: 17 espécies de aves de rapina diurnas (falcões, águias e gaviões) e 14 espécies de aves de rapina noturnas (corujas). De fato, todos os raptores têm bico afiado e curvo, pés fortes com garras afiadas, visão aguçada e dieta carnívora.

Bico forte e curvo

O bico das aves de rapina as diferencia de outros pássaros. Todos os raptores têm o mesmo design de bico, ou seja, curvado na ponta com arestas de corte afiadas para rasgar e dilacerar suas presas. Os falcões, por exemplo, usam o bico para matar a presa, cortando sua medula espinhal.

Gavião

Garras afiadas

O gavião, enquanto uma ave de rapina, também tem músculos poderosos nas pernas e pés, que terminam com garras afiadas. Sem dúvida, isso faz dos pés dessas aves uma arma letal. Afinal, seus pés são perfeitamente projetados para pegar, segurar e transportar presas.

Em suma, o comprimento e o tamanho dos dedos de um raptor e a curvatura e espessura de suas garras estão relacionados ao tipo de presa que persegue. Contudo, a maioria das aves de rapina tem três dedos apontando para a frente e um apontando para trás.

Sem dúvida, esses dedos podem introduzir uma garra extremamente poderosa em suas presas, literalmente esmagando-as até a morte. As garras também podem matar a presa perfurando os tecidos moles e os órgãos vitais, assim, dilacerando a vítima.

As corujas, por exemplo, têm um dedo do pé articulado que pode ser mantido na posição de frente ou de trás. Isso permite a essas aves segurar peixes com duas garras de cada lado para uma aderência mais segura.

Visão aguçada

O gavião, por ser um raptor, tem uma visão muito aguçada devido ao tamanho relativo do globo ocular em proporção à cabeça. Além disso, como outras aves de rapina, ele possui músculos oculares projetados para um foco rápido e uma alta resolução da retina.

As aves de rapina diurnas têm visão em cores e duas concentrações de visão nítida na retina. Esse ponto de visão mais nítido é chamado de fóvea. Quando as duas fóveas do raptor trabalham em conjunto, eles lhes dão uma percepção de profundidade muito precisa, o que ajuda na captura de presas em movimento.

Além disso, as aves de rapina noturnas, como as corujas, têm uma vantagem adicional de sua notável visão noturna. Ou seja, corujas têm uma concentração de hastes na retina que são usadas em condições de pouca luz. Na coruja, os olhos também estão localizados na frente de suas cabeças, assim como os humanos, dando a elas uma área maior de visão binocular.

Dieta carnívora

Embora a dieta varie de espécie para espécie, todos os raptores, incluindo o gavião, são animais carnívoros.

Tipos comuns de gavião no Brasil

Gavião real

Gavião real é a maior e mais pesada ave de rapina do mundo todo. Afinal, esse tipo de gavião alcança uma envergadura de dois metros e meio, podendo pesar nada menos do que doze quilos! No Brasil, o gavião real também é conhecido pelos nomes:

  • Uiraçu verdadeiro;
  • Cutucurim;
  • Uiraquer;
  • Uiracuir;
  • Uraçu;
  • Uiraçu;
  • Uiruuetê;
  • Gavião de penacho;
  • Harpia.

Raro em toda a sua extensão, o gavião real é encontrado no México (onde está quase extinto), na América Central e na América do Sul, chegando até o sul da Argentina. No entanto, o gavião real é uma espécie mais comum aqui no Brasil, onde é encontrada em todo o território nacional.

A vida útil de um gavião real é de cerca de 25 a 35 anos em estado selvagem e até 40 anos em cativeiro.

Gavião

Gavião carijó

O gavião carijó é também uma das espécies de gavião mais comuns e conhecidas no Brasil. Aqui, ele é chamado de nomes como:

  • Pega pinto;
  • Indaié;
  • Ripino;
  • Inajé;
  • Gavião indaié;
  • Anajé.

A espécie é encontrada em ambientes variados, no Brasil inteiro, bem como da Argentina até o México. Afinal, com a possível exceção de florestas densas, o gavião carijó está bem adaptado à maioria dos ecossistemas.

Também é uma ave urbana, sendo possivelmente a espécie mais comum de gavião vista em várias cidades em toda a sua extensão. Em geral, o gavião carijó pode ser identificado por sua cauda longa e asas desproporcionalmente curtas.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo