Holstein frísia ganha destaque no mundo agro por produção leiteira

Inicio » Pecuária » Holstein frísia ganha destaque no mundo agro por produção leiteira
19/02/2019 Por
Holstein frísia ganha destaque no mundo agro por produção leiteira

Holstein frísia é gado visto como referência no ramo leiteiro

Originário da Europa, o holstein frísia surgiu há mais de 20 séculos – mais especificamente entre as regiões da Frísia (localizada nos países baixos) e a Holsácia (Alemanha).

O gado holstein frísia é explorado mundialmente por sua aptidão no universo leiteiro. Sendo assim, proporcionou grande crescimento econômico no Brasil, na região Centro-Sul do país, a partir da sua venda.

gado holstein frísia

Características do gado holstein frísia

Também conhecido como o gado holandês, o holstein frísia destaca vacas capazes de produzir uma enorme quantidade de leite, podendo chegar a até 10 mil litros por ano. Justamente por esta ser sua maior fonte de renda, a raça já é reconhecida como referência no mundo da pecuária leiteira.

Sua alimentação tem a vantagem de ser barata, já que consiste em uma grande quantidade de forragem. Formada por diferentes plantas e folhas secas, essa mistura usualmente servem de alimento para o gado de diferentes raças e tipos.

Entre as principais características da raça, também se destacam:

  • Atinge 1.54 m de altura; portanto, é corpulento
  • Pesar de 600 à 700 kg
  • Sua pelagem é malhada e em alguns casos pode ser vermelho e branco
  • Sua cabeça é longa e dolicocéfala, ou seja, seu crânio é mais longo que sua parte transversal
  • Contém focinho largo
  • Possui peito largo e suas costelas são arqueadas e profundas
  • Sua mama é volumosa e possui ligamentos fortes
  • Pele macia e fina revestida de pelos sedosos e curtos

Desvantagens o gado holstein

Apesar de ser muito lucrativo na pecuária de leite, a raça também destaca algumas desvantagens que devem ser levadas em conta por quem avalia ter uma criação voltada para o comércio dos produtos que o holstein origina. Entre as sua principais desvantagens, podemos citar:

  •  Devido ao tamanho que este gado por chegar, sua demanda por cuidados é proporcional
  • Sua longevidade não é extensa
  • O período de gestação é longo
  • Muitos bezerros não sobrevivem e os que sobrevivem demoram muito para atingir seu período produtivo, ou seja, o gasto é maior que o lucro
  • A vida produtiva de uma vaca holstein é curta (cerca de 28 meses)
  • São descartadas pelos pecuaristas após o período produtivo
  • Por serem expostos à uma vida produtiva muito intensa, muitos desenvolvem estresse e acabam morrendo

gado holstein frísia comendo forragem

 

 

 

 

 

 

Então, tendo como maior desvantagem sendo a dificuldade de manter a produtividade leiteira das vacas holstein, o produtor deve estar atento. Deve ser feito um cuidado especial que garante a saúde dos animais e reforça a mobilização de energia produtiva do animal pós-parto.

Portanto, controlar a alimentação e assegurar que suas necessidades fisiológicas estão sendo satisfeitas. Isso porque esse tipo de cuidado  é uma boa maneira de permitir maior período produtivo.

Embora nem sempre ganhar peso é o ideal na gestação desta raça, são fatores assim como a ganha e perda de peso variam muito da necessidade de cada uma, de acordo com a altura e nível de gordura corpórea. Após o parto, o útero da vaca holstein frísia pode medir 1 metro de comprimento e pesar até 10 kg. Sabendo disso, a preparação de um ambiente pós-parto adequado é essencial para que se garanta maior período fértil.

Agro20 | Portal Vida No Campo