Alcaparras têm processo específico para adquirir sabor que conhecemos

Inicio » Agricultura » Alcaparras têm processo específico para adquirir sabor que conhecemos
26/08/2019 Por
Alcaparras têm processo específico para adquirir sabor que conhecemos

O que faz com que pequenos botões de flores sejam tão especiais? Nas artes culinárias americanas, as alcaparras são, principalmente, um condimento. Já no Mediterrâneo, elas são simplesmente um ingrediente valorizado por seu sabor especial e terroso.

Essas pequenas coisinhas são salgadas, assim como também são saborosas e essenciais para complementar um belo tipo de peixe ou carnes variadas. Mas, afinal, de onde as alcaparras surgiram? Como podem ser incrementadas nos pratos? Vamos chegar ao fundo dessas questões e muito mais.

  1. O que são alcaparras?
  2. Principais características das alcaparras
  3. O que comer com alcaparras?
  4. Receitas com alcaparras
  5. Frango com alcaparras
  6. Salmão com alcaparras ao molho
  7. Medalhão de salmão com alcaparras e endro na manteiga
  8. Qual a origem das alcaparras?
  9. Como são feitas as alcaparras?
  10. 7 benefícios das alcaparras para a saúde
  11. Estudos sobre os benefícios das alcaparras
  12. Usos medicinais das alcaparras
  13. Seleção e armazenamento de alcaparras
  14. Alcaparras na culinária
  15. Contraindicações das alcaparras
  16. Existe interação de alcaparras com medicamentos?
  17. Dosagem de alcaparras
  18. Qual é o sabor das alcaparras?
  19. Quais são os possíveis substitutos para alcaparras?

Alcaparras

O que são alcaparras?

Alcaparras são botões florais imaturos da espécie Capparis spinosa que crescem em todo o Mediterrâneo, assim como as azeitonas. Os botões da alcaparra são colhidos antes de poderem florescer em flores.

Então eles são conservados em vinagre ou preservados em sal. Isso porque, se consumidos recém-colhidos, não têm um gosto muito agradável. É o que equivale a dizer que não é nada boa, que é insípida.

Quanto menor a alcaparra, mais cedo foi escolhida. As alcaparras maiores têm um gosto mais saboroso, mas sua textura é um pouco mole. Tal fato se deve à pequena florzinha dentro delas que estava quase pronta para irromper.

Principais características das alcaparras

Para entender o que é alcaparra realmente, devemos conhecer a sua história. Como é sabido, esses botões de flores em conserva de um arbusto espinhoso crescem como uma erva daninha em todo o Mediterrâneo.

É uma planta teimosa, difícil de cultivar, com uma preferência por lugares secos e pedregosos. Você a encontrará crescendo em fendas rochosas e escalando paredes de pedra.

Cruas, elas são pouco promissoras. Felizmente, foi descoberto há milhares de anos que a decapagem as transforma, resultando na pungência salgada e ácida, bem como no aroma único.

Durante a colheita, um cuidado especial deve ser tomado. É preciso escolher os botões no início do dia antes que eles tenham a chance de florescer. A floração dá uma linda flor branca e violeta, mas nenhuma alcaparra.

Se deixar crescendo ao natural, é possível obter uma baga do tamanho de uma pequena azeitona. Estas bagas também precisam ser curadas em salmoura.

Uma dica bem prática refere-se à conservação das alcaparras. Elas podem ser mantidas indefinidamente, sem prazo de validade na sua cozinha. Entretanto, precisam permanecer submersas em sua própria salmoura.

Então, tome cuidado para deixar a salmoura no pote quando colher a alcaparra. Se ela não estiver submersa, use-a o mais rápido possível, mas não cubra o pote com vinagre. Isso a fará estragar mais rápido.

O que comer com alcaparras?

Depois de entender o que é alcaparra, é preciso saber onde se pode usá-la com maior sucesso. Esses botões adicionam uma explosão incrível de sabor a culinária salgada.

Muitas pessoas adoram incrementar suas massas, mas o salmão com alcaparras é um dos pratos mais requisitados no mundo. Se o salmão estiver defumado, melhor ainda! Não há como não se deliciar com a combinação.

Mas, quem não se dá bem com esse tipo de carne, pode experimentar receitas que levam frango, além do ingrediente. Nesse prato, as bagas têm seu sabor ressaltado por um pouco de suco de limão, que se suaviza com a adição de manteiga e caldo de galinha. Simplesmente delicioso!

Quem acha que os botões de flores se assemelham com azeitonas tem ainda mais possibilidades de usá-los em meio à diversidade culinária.

Receitas com alcaparras

Salgada ou seca, a explosão de sabor que dá ao prato já diz muito sobre o que é alcaparra. Ela adiciona um leve gosto de limão e oliva, além da textura inconfundível.

As receitas com alcaparras são inúmeras, com uma variedade de ingredientes, incluindo pratos de peixe, massas e molhos.

Por causa de seu sabor forte, no entanto, elas não podem ser simplesmente jogadas em meio ao restante dos alimentos. Um cozinheiro precisa tomar cuidado ao incluir alcaparras em uma receita, certificando-se de que elas não sobrecarregarão os sabores do prato finalizado.

Quer aprender algumas delícias?

Frango com alcaparras

Ingredientes

  • De 4 a 5 filés finos de frango;
  • 2 colheres de manteiga;
  • 2 colheres de alcaparras;
  • 1/2 colher de sopa de sal;
  • 2 colheres de salsa picadinha;
  • 2 colheres de cebolinha picadinha;
  • 1 limão espremido (suco).

Modo de preparo

  1. Use o sal e o limão para temperar o frango. Aqueça na frigideira a manteiga e frite a carne até que doure de ambos os lados. Deixe reservado em um refratário;
  2. Novamente, aqueça a frigideira e acrescente a cebolinha, a salsinha e as alcaparras. Misture para apurar o sabor e, em seguida, coloque sobre os filés de frango. Sirva bem quente.

Alcaparras

Salmão com alcaparras ao molho

Ingredientes para o salmão

  • 1 posta com mais ou menos 1 kg de salmão;
  • 2 dentes de alho amassados;
  • Suco de 1 limão;
  • Azeite, sal e alecrim a gosto;
  • Algumas batatas cortadas em rodelas e pré-cozidas.

Ingredientes para o molho

  • 1 colher de manteiga;
  • 2 colheres de azeite;
  • 4 colheres de alcaparras;
  • Salsa a gosto.

Modo de preparo do salmão com alcaparra

  1. Faça um tempero para a posta de salmão com alho, suco de limão, sal e alecrim. Deixe descansando por aproximadamente 30 minutos dentro da geladeira;
  2. Em um refratário untado, coloque as batatas e o salmão;
  3. Regue tudo com azeite, cubra com papel alumínio e leve ao forno pré-aquecido por cerca de 30 minutos.
  4. Após esse tempo, o papel deve ser retirado para que o salmão doure.

Modo de preparo do molho

  1. Aqueça o azeite e a manteiga em uma frigideira, colocando as alcaparras lavadas e escorridas. Acrescente também a salsa e desligue;
  2. Assim que retirar o salmão do forno depois de assado, cubra-o com molho e sirva quente.

Medalhão de salmão com alcaparras e endro na manteiga

Ingredientes

  • 4 medalhões de salmão;
  • 2 colheres de manteiga;
  • 2 colheres de alcaparras;
  • 1 colher de endro picado;
  • Pimenta e sal a gosto.

Modo de preparo

  1. Derreta em fogo bem baixo a manteiga. Acrescente as alcaparras com o endro. Após misturar bem, coloque para dourar todos os medalhões. Ajuste o tempero com pimenta e sal;
  2. Vá virando os medalhões para que a cor fique uniforme, inclusive nas laterais. Preste atenção para que o centro dos medalhões fique bem macio. Faça o empratamento colocando as alcaparras por cima dos medalhões, regando com a manteiga e o endro;
  3. Retire os medalhões da frigideira, arrume-os em dois pratos com as alcaparras e regue com a manteiga temperada com o endro. Sirva acompanhado de risoto de limão.

Que tal aproveitar que você já conhece um pouco mais sobre esse delicioso ingrediente e experimentar uma das receitas que apresentamos? Inclua esses botões de flores em sua culinária e descubra as maravilhas de seu sabor.

Alcaparras

Qual é a origem das alcaparras?

Como vimos, alcaparras são os botões de flores comestíveis e não amadurecidos do arbusto Capparis spinose. O arbusto pode ser encontrado no Oriente Médio, Ásia Central, África Oriental, Ilhas do Pacífico e Austrália, embora a origem permaneça incerta.

Elas são salgadas e em conserva antes de serem usadas como tempero, onde os botões do tamanho de ervilhas contêm um sabor picante de limão.

A planta é um arbusto espinhoso, rasteiro e decíduo, nativo do Mediterrâneo. Prefere clima quente e úmido e cresce em abundância em todo o Chipre, Itália, Grécia, Norte da África e algumas regiões da Ásia Menor. O arbusto começa a produzir botões de flores (alcaparras) a partir do terceiro ano de plantio.

Esta planta é conhecida há alguns milênios. Está intimamente relacionada à família do repolho, mas a planta lembra mais uma roseira.

Existe a menção delas como um ingrediente por Gilgamesh, possivelmente a mais antiga história escrita conhecida, que foi encontrada em antigas tábuas de argila de Sumarian e que datam de 2700 a.C.

Além disso, elas também são mencionados por Apício. Isto é, Apício foi um romano que teria escrito o primeiro livro de culinária no século I, bem como por Dioscórides (40-90 d.C.), um farmacologista que serviu como cirurgião nos exércitos de Nero.

No primeiro livro de culinária do século I, as alcaparras são descritas como um “comercializável produto dos gregos antigos”.

Como são feitas as alcaparras?

Em geral, seus pequenos botões de cor creme se reúnem manualmente nas primeiras horas do dia, desdobrando-se em uma bela flor de quatro sépalas rosa-esbranquiçada com longas franjas de estames roxos.

Logo após a colheita, os botões são lavados e levados para secar ao sol por algumas horas antes de serem colocados em potes e cobertos com sal, vinagre, salmoura ou azeite de oliva.

Na prática comercial, as alcaparras são categorizadas e vendidas por seu tamanho nos mercados. Os botões de menor tamanho têm mais valor do que os grandes.

7 benefícios das alcaparras para a saúde

Minerais como cálcio, ferro e cobre estão presentes em quantidades suficientes, consistindo em benefícios das alcaparras. O alto nível de sódio, entretanto, deve-se principalmente à adição de sal marinho (cloreto de sódio) à salmoura.

Em seguida, listamos 7 benefícios para a saúde que elas podem proporcionar.

  • são carregadas de antioxidantes

As alcaparras contêm compostos flavonoides, como rutina e quercetina, que são antioxidantes potentes. Os antioxidantes são moléculas que inibem a oxidação de outras moléculas.

A oxidação é uma reação química que produz radicais livres altamente reativos que podem danificar as células, alterando as estruturas do DNA, proteínas e outras estruturas celulares. Os antioxidantes interagem com esses radicais livres e evitam o dano celular.

  • podem auxiliar no combate do risco de anemia

A anemia é uma condição em que o indivíduo não possui glóbulos vermelhos saudáveis ​​em quantidade suficiente para transportar para os tecidos do corpo. Uma forma comum de anemia é chamada de anemia por deficiência de ferro, que é causada por uma pessoa não consumir ferro suficiente em sua dieta.

O ferro é um mineral essencial para o corpo. Assim, o ferro, na hemoglobina, se liga ao oxigênio, que é como o oxigênio é transportado. Sem ferro, o oxigênio não pode ser anexado e transportado pelo sangue.

  • ajudam a manter ossos fortes

Vitamina K, cálcio e magnésio são minerais importantes para manter a integridade saudável da estrutura óssea, reduzindo assim o risco de osteoporose.

Alcaparras

  • possuem propriedades antiinflamatórias

A inflamação é um mecanismo de defesa do corpo quando este tenta remover estímulos prejudiciais e iniciar o processo de cura.

Por curtos períodos, a inflamação pode ser uma coisa boa para o seu corpo. No entanto, a inflamação crônica ou de longo prazo causa doenças como câncer, artrite reumatóide e doenças cardíacas.

Um estudo de 2016 sugeriu que os extratos de alcaparra possuem poderosas propriedades anti-inflamatórias por causa de compostos como ácido caféico, catequina, rutina, ácido síngico e ácido ferúlico.

  • podem proteger contra alergias

Os sintomas alérgicos de irritações cutâneas leves e espasmos brônquicos podem ser reduzidos com o consumo de extratos de alcaparras ou na sua forma in natura.

  • ajudam a promover um sistema digestivo saudável

As alcaparras são uma excelente fonte de fibra alimentar, o que pode ajudar a reduzir a constipação e o risco de compactação fecal.

  • podem promover vasos sanguíneos saudáveis

A rutina nos vasos sanguíneos pode ajudar na circulação do sangue.

Estudos sobre benefícios das alcaparras

  • Diurético e anti-hipertensivo

Um estudo em animais de 2007 do American Journal of Pharmacology and Toxicology mostrou que os extratos de Capparis spinosa aumentaram a excreção de sódio e potássio, levando à redução da pressão arterial.

  • Anti-inflamatório

Dois estudos da BioMed Central mostram que as alcaparras contêm compostos que podem suprimir a interleucina-17 e promover a expressão da interleucina-4, fatores importantes para aliviar ou impedir a ocorrência de inflamação.

Além disso, é importante notar que elas também contêm propriedades condroprotetoras que podem rivalizar com a indometacina, um medicamento anti-inflamatório não esteroide (AINE), normalmente prescrito para dor e edema.

  • Antidiabético

Em um estudo animal de 2017 do Avicenna Journal of Phytomedicine, os pesquisadores descobriram que o extrato aquoso da planta Capparis spinosa contém propriedades anti hiperglicêmicas, que podem impactar positivamente os pacientes com diabetes, regulando a produção de glicose e restaurando a sensibilidade à insulina.

Usos medicinais da alcaparra

As alcaparras têm sido usadas para aliviar a dor reumática em medicamentos tradicionais.

Além disso, tradicionalmente, elas são adicionadas às receitas como um estimulante do apetite. Não raro, ajudam a reduzir as condições de dor de estômago e flatulência.

Seleção e armazenamento de alcaparras

Se você não tiver um plantio de alcaparras, provavelmente poderá encontrar esses lindos botões verde-oliva em diversos tamanhos em vidros de conserva ou seções de temperos em mercados de todos os tipos. O maior benefício da compra é que a sua versão em conserva pode estar disponível durante todo o ano nos mercados.

Em geral, botões de pequeno porte (menos de 1 cm de diâmetro) são considerados mais saborosos, portanto, preferidos aos maiores (mais de 1 cm de diâmetro).

As alcaparras devem ser preservadas por imersão no meio de decapagem. Caso contrário, elas logo se tornam insípidas, ou seja, perdem seu sabor e apelo para o paladar.

Depois de abrir o frasco, certifique-se de que o vidro seja refrigerado para uso futuro. Além disso, não se esqueça de usar uma colher ou garfo de aço inoxidável para retirá-los do recipiente.

Alcaparras na culinária

Alcaparras, seus brotos tenros, bem como frutos imaturos, podem ser usados ​​na culinária. Os botões crus têm um sabor neutro e precisam ser processados ​​em meio de decapagem para desenvolver um sabor picante e apetitoso único.

Eles apareceram em uma variedade de cozinhas em todo o mundo, especialmente na culinária mediterrânea. Além disso, os botões em conserva são usados ​​como condimento em saladas de antepasto e como cobertura em pizzas.

De fato, esse ingrediente confere um sabor distinto às receitas de vegetais, carne, vitela e peixe (especialmente junto ao molho de anchova).

A remoulade, por exemplo, um aioli ou molho à base de maionese do norte da Europa, usa alcaparras em salmoura como um dos principais ingredientes.

Contraindicações das alcaparras

As alcaparras são seguras para uso na culinária. No entanto, seu uso pode ser limitado na gravidez. Não menos importante, os pacientes submetidos a qualquer intervenção cirúrgica podem ter que evitá-los, pois agem como um diluente do sangue e podem resultar em sangramento excessivo.

Elas são, em grande parte, seguras para a maioria das pessoas, mas não há informações suficientes disponíveis para saber se as alcaparras são seguras em doses medicinais, por outro lado. No entanto, podem causar erupção cutânea e irritação.

Alcaparras

  • Gravidez e amamentação

Alcaparras são seguras quando ingeridas como alimento, mas não há informações suficientes para saber se são seguras nas grandes quantidades que são usadas como medicamento.

Ou seja, se você está grávida ou amamentando, é melhor ter precaução e moderar no modo de consumi-las. Assim sendo, continue consumindo a mesma quantidade de alimentos e converse com o seu médico para maiores orientações.

  • Diabetes

Existe a preocupação de que as alcaparras possam alterar o controle do açúcar no sangue em pessoas com diabetes. De fato, isso pode se provar real. Por isso, monitore o açúcar no sangue de perto se você tiver diabetes e consumir ou utilizar alcaparras para fins medicinais.

  • Cirurgia

Alcaparras podem afetar os níveis de açúcar no sangue, como já dito. Além disso, existe a preocupação de que as alcaparras possam interferir no controle do açúcar no sangue durante e após a cirurgia. Por essa razão, interrompa o consumo de alcaparras pelo menos 2 semanas antes da cirurgia programada.

Existe interação de alcaparras com medicamentos?

Medicamentos para a diabetes (medicamentos antidiabéticos) têm interação moderada com o ingrediente. Seja cauteloso com esta combinação e converse com seu médico antes de misturar alcaparras com medicamentos.

Afinal de contas, alcaparras podem diminuir o açúcar no sangue. Os medicamentos para diabetes também são usados ​​para diminuir o açúcar no sangue.

Tomar alcaparras junto a medicamentos para diabetes pode fazer com que o açúcar no sangue fique muito baixo. Ou seja, monitore o açúcar no sangue de perto. A dose do seu medicamento para diabetes pode precisar ser alterada, por isso, converse com seu médico se tiver dúvidas.

Dosagem de alcaparras

A dose apropriada de alcaparras para uso como tratamento depende de vários fatores, como idade do usuário, saúde e várias outras condições.

No momento, não há informações científicas suficientes para determinar uma faixa apropriada de doses para alcaparras.

Lembre-se de que os produtos naturais nem sempre são necessariamente seguros e as dosagens podem ser importantes. Certifique-se de seguir as instruções relevantes nos rótulos dos produtos e consulte o seu médico ou outro profissional de saúde antes de usar.

Qual é o sabor das alcaparras?

Se você já comeu pratos que contêm alcaparras, deve estar familiarizado com seu sabor picante, bem temperado e salgado. Mas por causa de seu sabor distinto e, muitas vezes, irresistível, algumas pessoas as consideram um gosto adquirido.

Para alguns, elas têm gosto salgado e ácido, enquanto outros consideram que são um pouco cítricas, o que as torna bons aditivos a molhos para massas para dar um toque de sabor.

Quais são os possíveis substitutos para alcaparras?

Se, por algum motivo, você não puder consumir e não conseguir comprar algumas alcaparras ou não estiver muito interessado em usá-las em suas receitas, você sempre pode substituí-las pelas seguintes alternativas:

  • Azeitonas

Azeitonas verdes picadas, como alcaparras, são preservadas por salmoura ou cura. Isso lhes dá um sabor salgado semelhante ao que as alcaparras são conhecidas.

Além disso, as azeitonas verdes contêm grandes quantidades de vitamina A, o que pode beneficiá-lo se decidir por esta alternativa.

No entanto, certifique-se de escolher azeitonas que foram fermentadas em sal e não aquelas com salmoura, pois este processo deixa um gosto químico desagradável.

  • Capuchinha

As sementes de capuchinha em conserva, às vezes chamadas de “alcaparras de pobre”, têm um sabor semelhante ao das alcaparras quando preparadas da maneira correta.

Na verdade, um artigo de 1987 do The New York Times observa que as sementes de capuchinha podem ser a alternativa mais bem-sucedida para substituir alcaparras por causa do ácido cáprico que contêm em suas propriedades.

  • Pepino

Picles picados, ou pepinos em conserva, geralmente têm o mesmo sabor salgado e ligeiramente ácido das alcaparras. Embora a textura e o sabor das receitas possam mudar sem o salgado característico das alcaparras, esses substitutos podem trazer seus próprios toques ao seu prato.

Compartilhe sua opinião

Agro20 | Portal Vida No Campo