Caramanchão e sua importância nas plantações de trepadeiras

Inicio » Agricultura » Caramanchão e sua importância nas plantações de trepadeiras
19/02/2019 Por
Caramanchão e sua importância nas plantações de trepadeiras

Caramanchão é suporte importante para plantações específicas

Usado principalmente para dar suporte nas plantações, o caramanchão é muito comum em diversas atividades da agricultura.

O caramanchão é encontrado nas plantações de trepadeiras, como as videiras e as plantações de chuchu, por exemplo. Assim, traz benefícios para o rendimento das produções e para a qualidade dos produtos.

Caramanchão: utilizada na plantação de trepadeiras

O que é caramanchão?

O significado de caramanchão – ou latada – consiste em um tipo de grade estendida construída, principalmente, por varas, ripas, canas ou paus roliços. A função do caramanchão é dar suporte para espécies vegetais de trepadeiras, como as videiras, em jardins e hortas, por exemplo.

Há algumas instruções a serem seguidas em sua montagem. As principais dicas são:

  • Ser posto em um ambiente plano;
  • Observar o posicionamento e direção do sol, uma vez que o melhor lugar a ser construído é onde o sol bate durante o período da manhã;
  • Analisar o solo a qual será colocado, pensando principalmente na manutenção no caramanchão;
  • Escolher um material forte e resistente para usar na construção.

Caramanchão nas plantações

Geralmente usado em espaços públicos e voltados para o paisagismo, o caramanchão também pode ser utilizado como orquidários. Além disso, sua utilidade também está voltada para as plantações, auxiliando ao dar suporte para as plantas. As principais plantações que contam a ajuda do caramanchão são:

  • Buganvília / Primavera;
  • Tumbérgia;
  •  Ipomeia;
  • Alamanda;
  • Jasmin de Madagascar;
  • Jasmin dos Açores;
  • Jasmin Estrela;
  • Amor agarradinho;
  • Roseira trepadeira;
  • Jade;
  • Lágrima de Cristo;
  • Dipladênia.

Estas plantas também podem ser suportadas por pergolados que, diferente da latada, é usado principalmente com o intuito de auxiliar na arquitetura da casa, mas, em alguns casos, oferece suporte para as plantações.

Entretanto, além dessas, o caramanchão também é utilizado na agricultura, principalmente na plantação de chuchu e em maracujazeiros. Nos dois casos, as plantas crescem e desenvolvem-se com maior facilidade

Plantação de chuchu

Caramanchão: plantação de chuchu

Por ser uma planta trepadeira e de alto crescimento, o chuchu é cultivado principalmente em latadas. O caramanchão deve possuir no mínimo 1,8 m de altura, para que o manejo, o plantio e a colheita sejam facilitados. As plantas devem ter de 2,5 m a 7,0 m de espaçamento das fileiras. Este tipo de suporte é utilizado uma vez que os frutos pendurados obtêm melhor coloração e, assim, ganham maior visibilidade na colheita.

As varas devem ser postas no solo com uma distância de 3 metros entre si, contando com o auxílio de fios de arame. Os arames são colocados em formato cruzado a 1,8 m do terra, também com o intuito de favorecer o cultivo. Dessa forma, são colocadas sementes de chuchu germinadas ao lado de cada vala. No caso das mudas, elas são plantadas somente quando as plantações tiverem com 10 cm ou mais.

Vantagens do uso de caramanchão:

  • Garante melhor desenvolvimento das trepadeiras;
  • Permite grande sustento das plantações, garantindo a alta produtividade;
  • Devido a produtividade, a rentabilidade econômica das pequenas e grandes propriedades também é favorecida;
  • Possui fácil adaptação ao solo.

Desvantagens do uso:

  • Possui elevados custos de manutenção, construção e reparação;
  • Quando muito alto, dificulta as atividades de manejo aos produtores;
  • Nem todos os materiais possuem firma sustentação, por isso é necessário analisá-los antes mesmo da construção e implantação das latadas.

É notório as vantagens da utilização do caramanchão nas plantações. No entanto, para que forneça um suporte eficiente e adequada, é preciso que as condições de solo, ambiente e materiais sejam avaliados. Dessa forma, o bom resultado das plantações e a alta produtividade estarão garantidos.

Agro20 | Portal Vida No Campo