Caramanchão e sua importância nas plantações de trepadeiras

Inicio » Agricultura » Caramanchão e sua importância nas plantações de trepadeiras
19/02/2019 Por
Caramanchão e sua importância nas plantações de trepadeiras

Caramanchão é suporte importante para plantações específicas. Usado principalmente para dar suporte nas plantações, o caramanchão é muito comum em diversas atividades da agricultura.

O caramanchão é encontrado nas plantações de trepadeiras, como as videiras e as plantações de chuchu, por exemplo. Assim, traz benefícios para o rendimento das produções e para a qualidade dos produtos.

  1. O que é caramanchão?
  2. Qual a diferença entre caramanchão e pergolado?
  3. Caramanchão nas plantações
  4. Plantação de chuchu
  5. Vantagens do uso do caramanchão
  6. Desvantagens do uso do caramanchão
  7. Tipos de caramanchão
  8. Caramanchão residencial
  9. Como construir um caramanchão residencial?
  10. Quanto custa fazer um caramanchão residencial?
  11. Caramanchão em parques e praças
  12. Caramanchão e rentabilidade
  13. Uso do caramanchão
  14. Caramanchão em jardim de inverno
  15. O caramanchão na arte

Caramanchão

O que é caramanchão?

O significado de caramanchão – ou latada – consiste em um tipo de grade estendida construída, principalmente, por varas, ripas, canas ou paus roliços. A função do caramanchão é dar suporte para espécies vegetais de trepadeiras, como as videiras, em jardins e hortas, por exemplo.

Há algumas instruções a serem seguidas em sua montagem. As principais dicas são:

  • Ser posto em um ambiente plano;
  • Observar o posicionamento e direção do sol, uma vez que o melhor lugar a ser construído é onde o sol bate durante o período da manhã;
  • Analisar o solo a qual será colocado, pensando principalmente na manutenção no caramanchão;
  • Escolher um material forte e resistente para usar na construção.

Qual a diferença entre caramanchão e pergolado?

Enquanto o caramanchão tem com função principal dar suporte para o desenvolvimento de plantas trepadeiras, o pergolado é utilizado somente para fins decorativos, servindo como uma maneira de sombrear espaços abertos.

Caramanchão nas plantações

Geralmente usado em espaços públicos e voltados para o paisagismo, o caramanchão também pode ser utilizado como orquidários. Além disso, sua utilidade também está voltada para as plantações, auxiliando ao dar suporte para as plantas. As principais plantações que contam a ajuda do caramanchão são:

  • Buganvília / Primavera;
  • Tumbérgia;
  •  Ipomeia;
  • Alamanda;
  • Jasmin de Madagascar;
  • Jasmin dos Açores;
  • Amor agarradinho;
  • Roseira trepadeira;
  • Jade;
  • Jasmin Estrela;
  • Lágrima de Cristo;
  • Dipladênia.

Estas plantas também podem ser suportadas por pergolados que, diferente da latada, é usado principalmente com o intuito de auxiliar na arquitetura da casa, mas, em alguns casos, oferece suporte para as plantações.

Entretanto, além dessas, o caramanchão também é utilizado na agricultura, principalmente na plantação de chuchu e em maracujazeiros. Nos dois casos, as plantas crescem e desenvolvem-se com maior facilidade.

Caramanchão

Plantação de chuchu

Por ser uma planta trepadeira e de alto crescimento, o chuchu é cultivado principalmente em latadas. O caramanchão deve possuir no mínimo 1,8 m de altura, para que o manejo, o plantio e a colheita sejam facilitados. As plantas devem ter de 2,5 m a 7,0 m de espaçamento das fileiras. Este tipo de suporte é utilizado uma vez que os frutos pendurados obtêm melhor coloração e, assim, ganham maior visibilidade na colheita.

As varas devem ser postas no solo com uma distância de 3 metros entre si, contando com o auxílio de fios de arame. Os arames são colocados em formato cruzado a 1,8 m do terra, também com o intuito de favorecer o cultivo.

Dessa forma, são colocadas sementes de chuchu germinadas ao lado de cada vala. No caso das mudas, elas são plantadas somente quando as plantações tiverem com 10 cm ou mais.

Vantagens do uso de caramanchão

  • Garante melhor desenvolvimento das trepadeiras;
  • Permite grande sustento das plantações, garantindo a alta produtividade;
  • Devido a produtividade, a rentabilidade econômica das pequenas e grandes propriedades também é favorecida;
  • Possui fácil adaptação ao solo.

Desvantagens do uso do caramanchão

  • Possui elevados custos de manutenção, construção e reparação;
  • Quando muito alto, dificulta as atividades de manejo aos produtores;
  • Nem todos os materiais possuem firma sustentação, por isso é necessário analisá-los antes mesmo da construção e implantação das latadas.

É notório as vantagens da utilização do caramanchão nas plantações. No entanto, para que forneça um suporte eficiente e adequada, é preciso que as condições de solo, ambiente e materiais sejam avaliados. Dessa forma, o bom resultado das plantações e a alta produtividade estarão garantidos.

Tipos de caramanchão

Sabendo da função do caramanchão é fácil distingui-lo do pergolado, visto que o segundo possui função mais ligada à estética. Porém o caramanchão também pode ser utilizado com o objetivo de embelezar uma moradia.

Isso ocorre principalmente com casas de campo ou residências que possuam vasto jardim. Dessa forma, utiliza-se do caramanchão para embelezar o pátio e dar suporte a diversas plantas e flores conforme foi exemplificado anteriormente.

Da mesma forma, o caramanchão pode ser usado em jardins de inverno, visando dar suporte para esse tipo de cultivo. Assim sendo, é fácil perceber que esse tipo de estrutura é utilizada tanto de modo residencial como na agricultura.

Evidentemente, a utilização na agricultura não tem como finalidade embelezar o local ou harmonizar a arquitetura. Desse modo, compreende-se as diferenças e aplicações desse tipo de estrutura, facilitando o entendimento sobre o que é caramanchão.

Geralmente, quando empregado no cultivo de plantações, o caramanchão pode ser construído de madeira, metal ou, até mesmo, de PVC. Uma estrutura de PVC pode resistir à ação do clima e do tempo facilmente, porém não consegue suportar muito peso.

Por conta disso, a madeira tratada acaba sendo uma das melhores opções para utilizar no cultivo da maioria das culturas. Ainda assim, a utilização de caramanchões de bambu vem ganhando espaço, principalmente para frutos que não possuem peso acentuado.

Em contrapartida, a utilização do caramanchão em residências é explorada com vastidão de opções, dada a beleza dessas estruturas quando bem elaboradas. Além disso, a utilização de diversos tipos de flores torna o caramanchão ainda mais belo.

Caramanchão

Caramanchão residencial

O caramanchão construído com madeiras é utilizado para dar um ar mais rústico para as casas de campo, embelezando assim os jardins e servindo de suporte para as plantas. Desse modo, essa estrutura pode servir para local de encontros em família.

É possível, por exemplo, colocar uma mesa e algumas cadeiras debaixo do caramanchão, fazendo um local para confraternizações e passatempos. Para que a aparência fique ainda mais harmônica, existe a possibilidade de usar uma mesa e cadeiras de madeira, com a mesma textura da estrutura.

Existem no mercado uma série de empresas especializadas em confeccionar esses caramanchões conforme o design da casa e do jardim. Dessa forma, é possível criar um ambiente ainda mais bonito e aconchegante.

Levando em consideração a arquitetura da casa, é possível elaborar a construção do caramanchão de modo mais rústico ou, então, mais moderno. Em outras palavras, o design dessas estruturas pode ser harmonizado com o design da casa ou imóvel em questão.

Além disso, é possível colocar uma série de diferentes flores e plantas no caramanchão, a fim de colorir ainda mais o ambiente e atrair pássaros. É possível também colocar plantas frutíferas, como é o caso do maracujazeiro e da videira.

Assim sendo, a casa terá um espaço muito bonito e aconchegante para as reuniões de família ou de amigos. O caramanchão não servirá apenas para embelezar e dar suporte às plantas e flores, mas também para oferecer um local com sobra, perfumado e visitado pelos passarinhos.

  • Como construir um caramanchão residencial?

Conforme mencionado anteriormente, existem empresas especializadas nesse tipo de serviço. Entretanto, caso deseje elaborar um caramanchão à sua maneira, existem infinitas possibilidades e basta utilizar da criatividade para isso.

Dessa forma, é possível utilizar materiais como madeiras das mais diversas, ferro, aço e outros metais, além da possibilidade de utilizar bambu ou PVC. Evidentemente, a utilização da madeira é a que permite mais diferenciações na textura e na montagem.

Isso porque pode-se utilizar de vigas grossas de madeira para estabelecer os pilares e, na parte superior, utilizar madeiras mais finas. Da mesma forma, a textura pode ser trabalhada com pinturas diversas, seja com vernizes, seladores ou outros tipos de coberturas.

Além disso, é possível elaborar o piso de acordo com a estrutura da casa, seja com concreto, cerâmicas ou, até mesmo, chão batido. Também pode ser uma boa ideia utilizar pedras texturizadas para dar um ar mais rústico ou, então, manter o chão com gramado.

Sabendo da beleza e da versatilidade que um caramanchão pode oferecer ao ambiente, é possível construir também esse tipo de estrutura em locais públicos como parques e praças. Essa é, sem dúvida, uma forma de embelezar uma cidade.

Caramanchão

  • Quanto custa fazer um caramanchão residencial?

Sabendo das diferentes aplicações desse tipo de estrutura, muitas pessoas se perguntam quanto custa elaborar a construção de um caramanchão residencial. Entretanto, é possível perceber que esse tipo de confecção pode variar muito conforme o material utilizado.

Da mesma forma, os custos também variam conforme o modelo que se queira construir. Quanto mais elaborado e mais detalhes o caramanchão tiver, maior será o seu custo. Porém existe uma média de faixa de preços para os modelos mais comuns.

Um caramanchão de madeira para jardim com 12 m² pode custar, em média, de 5 a 6 mil reais. No entanto, caso a construção seja feita pelo próprio morador ou contratador, esse custo pode reduzir bastante, visto que o maior gasto será com os materiais.

Evidentemente, para construir um caramanchão para uso na agricultura, os valores são relativamente menores, visto que o objetivo não é criar beleza mas sim gerar estrutura para o plantio de determinadas culturas trepadeiras.

Assim sendo, os custos para a construção de caramanchão agrícola podem variar conforme o material e o acabamento, girando em torno de 10 a 50 reais por metro quadrado. Essa variação ocorre por conta dos materiais e do tipo da mão de obra utilizada.

Caramanchão em parques e praças

Uma boa ideia para a utilização do caramanchão que pode ser aplicada por muitas prefeituras é a inclusão dessas estruturas em locais públicos. Conforme citado acima, a construção de um caramanchão em parques e praças garante mais beleza e conforto aos cidadãos.

Evidentemente, já existem muitas cidades no país que possuem caramanchões construídos em praças e parques, a fim de embelezar e fazer sombra para as pessoas. Dessa forma, utiliza-se da natureza para gerar mais beleza e aconchego.

Para locais de lazer e convivência, a disposição de um caramanchão é sinônimo de beleza e ternura, visto a possibilidade de incluir flores das mais diversas. Nesse sentido, é possível observar muitas cidades turísticas que possuem estruturas floridas em suas praças centrais.

Isso gera uma atmosfera bastante aconchegante, bela e natural, quebrando aquele paradigma de que uma cidade grande precisa ser uma selva de pedra. Desse modo, é correto afirmar que, talvez, a melhor forma de embelezar locais de uso coletivo é a inclusão de um caramanchão.

Nas praças centrais, existe a possibilidade de dispor bancos debaixo das sobras geradas pelos caramanchões floridos. Portanto, as aplicações podem ser diversas e uma coisa é certa: a cidade ficará muito mais bela e perfumada.

Caramanchão e rentabilidade

Conforme foi possível observar anteriormente nesse artigo, a principal razão para a utilização do caramanchão na agricultura é justamente o seu impacto positivo na rentabilidade. Isso porque realizar o plantio e cultivo nessas estruturas garante uma série de vantagens.

Em resumo, é correto afirmar que a construção e elaboração de caramanchões exige um alto custo, principalmente pela grande quantidade que precisa ser construída. No entanto, as vantagens vêm através da qualidade dos produtos.

Tratando-se de uma plantação de chuchu, a utilização de caramanchão é muito importante para a aparência desses vegetais. Desse modo, através da suspensão neste suporte, os frutos conseguem desenvolver uma coloração mais uniforme e bonita.

Caso a trepadeira dê os seus frutos em contato com o solo, é bem comum que eles apresentem coloração esbranquiçada, principalmente na área de contato com o chão. Além disso, o apodrecimento por conta da umidade e de insetos é favorecido.

Por isso, é fundamental a utilização de caramanchão no cultivo de chuchus e outros tipos de trepadeiras. Tendo um fruto mais bonito em mãos, é possível, então, vendê-lo mais facilmente, agregando mais valor e melhorando a rentabilidade.

Nesse sentido, é correto afirmar que o uso do acessório não é obrigatório para a produção de chuchu, porém a sua utilização faz toda a diferença na competitividade e lucratividade da produção.

Em suma, é possível perceber que, por mais que exista um investimento a mais, a utilização do caramanchão é um fator altamente positivo na hora de elaborar o cultivo de trepadeiras. Isso porque melhora-se a aparência dos frutos e diminui-se as chances de apodrecimento.

Caramanchão

Uso do caramanchão

Além de ser uma estrutura importantíssima para o cultivo de trepadeiras, a utilização do caramanchão pode oferecer outras vantagens à sociedade. Isso porque esse tipo de estrutura pode ser empregada em áreas urbanas para evitar que a vegetação atrapalhe a mobilidade urbana.

Desse modo é possível citar, por exemplo, o caso da praia de Pirangi, no Rio Grande do Norte. Nessa praia da grande Natal, foi construído um caramanchão de mais de 120 metros de extensão, a fim de sustentar o maior cajueiro do mundo.

Em outras palavras, a vegetação estava atrapalhando o fluxo de automóveis em uma importante rua da cidade e a poda poderia comprometer o maior cajueiro do mundo. Por isso, a melhor alternativa encontrada para superar essa situação foi a construção de um caramanchão gigante.

Ele possui uma média de 5 metros de altura e mais de 120 metros de extensão. Além disso, a estrutura foi elaborada em 22 colunas de concreto armado que custou um orçamento médio de 160 mil reais.

O maior cajueiro do mundo, que fica na praia de Pirangi, está registrado no Guinness Book como sendo a maior árvore frutífera do mundo. Porém, a poda poderia comprometer a vida do cajueiro e a melhor solução foi a construção de um caramanchão.

Dessa forma, é possível perceber que a utilização desse tipo de estrutura também pode oferecer a possibilidade de proteção das vegetações em locais urbanos, evitando assim que a natureza seja prejudicada.

Caramanchão em jardim de inverno

Sabendo que esse tipo de estrutura é amplamente versátil e pode ser utilizada com diversas finalidades, uma das mais interessantes é, sem dúvida, usar o caramanchão no jardim de inverno. Isso porque a estrutura pode ser um tremendo facilitador nos cultivos internos.

Como o próprio nome já sugere, um jardim de inverno é uma espécie de jardim interno, protegido do frio intenso. Dessa forma, é bastante comum o uso desses jardins nos Estados Unidos, sendo eles uma forma de obter ar puro sem sair ir para as congelantes ruas.

Por conta disso, o jardim de inverno vem sendo uma tendência crescente no Brasil, visto que oferece a possibilidade de cultivar e criar diferentes plantas de maneira indoor. Nesse tipo de caso, a utilização deste acessório é mais que ideal.

Nesse sentido, aquela peça na casa que está totalmente desativada e ociosa pode ser transformada em um lindo e aconchegante jardim de inverno. É justamente aí que entra a utilização do caramanchão, possibilitando toda a beleza de um jardim externo.

Com a construção de um jardim de inverno é possível trazer a natureza para dentro da sua casa, criando um clima mais natural e bonito. Além disso, essa opção é indicada principalmente para pessoas que gostam de jardinagem e de cultivar plantas.

Usando, portanto, o caramanchão como uma ferramenta auxiliar, é possível cultivar uma série de plantas e flores magníficas que trarão, então, toda a beleza de um jardim aberto para dentro da sua casa ou apartamento.

O caramanchão na arte

Uma possibilidade que não poderia ser esquecida é a criação artística relacionada com o caramanchão. Essa é, sem dúvida, uma ideia que atrai tanto os artistas plásticos quanto os consumidores que amam a beleza da arte em diferentes coisas.

Isso porque existe a possibilidade de um artista que trabalhe com madeira, bambus, ferros ou outros materiais demonstrar o seu talento através dessas formas e cores. Além disso, a possibilidade de enriquecer visualmente a arte com plantas e flores é algo espetacular.

Portanto, é correto afirmar que a utilização do caramanchão nas artes é uma possibilidade que pode trazer bons resultados para o artista que estiver disposto a atuar em um nicho diferenciado, principalmente para trabalhos em jardins de inverno.

Afinal, as diferentes formas e acabamentos que se pode fazer em um caramanchão são infinitas, além de que é possível criar esculturas acopladas na estrutura. Basta deixar a criatividade fluir e embelezar mais e mais a vida das pessoas.

Agro20 | Portal Vida No Campo